quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Se eu pudesse...

Nos meus passeios pela rede, descobri (ou pelo menos foi isso que entendi) que, na França, a licença maternidade começa agora. Quer dizer, na 34ª semana de gestação. Eu pro marido: “Bora se mudar?”

Se eu pudesse, passaria esse último mês deitada ou andando. Jamais sentada horas em frente ao computador. Também não dirigiria. Se eu pudesse, dormiria 12, 14 horas todos os dias. E passaria as horas de tédio lendo ou cantando pra Emília.

Se eu pudesse, daria uma choradinha todos os dias de manhã, só pra limpar a alma e começar o dia bem. Mas de manhã, bem na hora de chorar, estou em público.

+++

(Os posts sobre minha preparação pro parto estão prontos. Mas, hoje, é só isso que tenho a dizer.)

16 comentários:

Ronise Vilela disse...

Fiquem com Deus, anjos da guarda e o coração em paz.
Um bom dia!

Ronise & Alice

www.maesomudadeendereco.zip.net

Patricia disse...

Ânimo garota! Falta pouco, muito pouco! Eu sei muito bem que esse finalzinho custa a passar...mas daqui a pouquinho Emília está nos seus braços e ninguém mais lembrará de barriga pesada, dos pés inchados e outros desconfortos...
beijossssss

ser menino x ser menina disse...

Lia.. tem dias que é assim mesmo e o fim da gravidez é sempre muito desconfortável pois estamos enorrrrmes(ou ao menos nos sentimos assim!). Pense um outro lado... se vc ficasse em casa iria se sentir mais desconfortável ainda pois essa história de não fazer nada deixa a gente mais cansada do que ter o que fazer e distrair a mente. Mas.. se puder no seu trabalho não fica o tempo todo sentada não, dê sempre uma voltinha pois nessa época eu comecei a sentir cãimbras(será que é assim que escreve?) de ficar na mesma posição muito tempo.
Boa sorte e te garanto que esse final de gravidez vai passar rapidinho...bjs

Paloma, a mãe disse...

Eu tendo a achar que, se ficarmos em casa, ficamos mais ansiosas, mais tensas e o tempo custa mais a passar (pelo menos eu sou assim). Mas sou muito a favor de diminuir o ritmo. O ideal seria trabalhar só à tarde, para poder chorar (chorar é bom mesmo, ajuda a aliviar a tensão; vá no banheiro chorar, se a vontade chegar no trabalho) e fazer tudo/ nada com preguiça de manhã.
Beijos

JULIANA disse...

Ops, era exatamente isso que eu vaxzia, com exceção de que o choro era na madrugada!

Tathyana disse...

Na reta final parece que nunca vai chegar a hora. Mas chega. E quando vc menos esperar vai estar com a Emília nos braços. Beijossss.

Camila disse...

É verdade, tem dias que só me dá vontade de ficar em casa, deitada ou brincando com a Gabi. Você vai ver, quando for na segunda gravidez, essa vontade se multiiplica por dez! E a Emília também vai te cobrar isso, então, mais um motivo para parar bem antes mesmo dos babies nascerem...
Beijos!

Denise - Agora é prá valer disse...

Quando cheguei nessa fase, estava super preparada para pedir 15 dias de afastamento e depois emenar na licença, tudo planejado lá fui eu peir para minha médica o tal atestado. Surpresa descobri que nessa fase,aqui no nosso Brasil, a gestante já é considerada em licença materniade, ou seja, se me afastasse já estaria contando os dias da licença maternidade e perdendo os preciosos e pouquíssimos dias para ficar junto com a minha amada Elisa, que decepção. Quem me dera a França nesse momento!
Muita calma nessa hora, a Emília já já estará aqui contano como estva gostosa a barriguinha da mamãe...

Renata disse...

Concordo que ficar em casa deve aumentar a ansiedade, não sei pq trabalhava durante a gravidez toda do André e agora com a Mariana trabalho cuidando do André...rs!
Chorar é bom, né? Eu adoro, me alivia demais. E calma que agora falta pouquíssimo!
beijos

Ana disse...

Vc tá gravida esqueceu?
Tem o direito de chorar em qualquer lugar.
E pouco provável alguém perguntar pq...
Quem sabe assim tb o povo do seu trabalho lembra de você e libera saidas mais cedo ou chegar mais tarde.
Não tá na lei mas é questão de humanidade né?
Beijos

Kelly Resende disse...

Oi Lia, sei muito bem como é, também estou sem a menor vontade de trabalhar, quero é ficar em casa quietinha, e olha q nem cheguei na 30a semana!
Hoje encontrei uma amiga q está gravida de uma Emilia, que tambem nasce em janeiro!!!
Beijos

Letícia Volponi disse...

eu era tão molenga que chorava em qq lugar...

Lu disse...

Oi Lia
Tudo tem o seu lado positivo. Realmente estar trabalhando nessa fase é algo altamente desconfortável. Eu trabalhei até o dia que o Serginho nasceu e me lembro bem como era. Agora da Mariana que estou só em casa, tenho o bendito tempo para chorar, dormir, tomar meu banho tranquilamente e passar meus creminhos, mas em compensação os dias tem se arrastado. Parece que faz umas 6 semanas que estou na 34 semana. Vai entender. Logo voce consegue diminuir seu ritmo e as coisas entram nos eixos. Vai dar tudo certo.
Bjs
Lu

Lia disse...

Poxa, Kelly! E eu achando que Emília era um nome exclusivo...
Meninas, valeu a força! Vamo que vamo, uma hora a gente chega lá!

Nina Fiuza disse...

MEnina, tem um desses países do norte europeu que tem licença maternidade de UM ANO! Imagina?

Lia disse...

Na França, ma cherie. Lá é um ano, e depois você ainda pode optar por jornada reduzida (recebendo proporcional, claro). Bora se mudar?

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.