quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Todos os nomes (ou nenhum deles)

Desde que a gente se descobre grávida, e principalmente depois que já dá pra saber o sexo, as pessoas gostam de perguntar que nome o bebê vai ter. O sexo do meu só vai sair na morfológica, lá no 5º mês, já que eu não quis fazer uma ecografia só pra isso. E quando me perguntam as opções de nome, sempre fico numa saia justa. Faço mistério, digo que não sei, que é segredo.

Não posso falar mal do Rafael aqui – nem em lugar nenhum, né, amor? –, portanto não vou dizer que ele é chato pra escolher nomes de crianças. Ele é apenas, digamos, criterioso. Talvez um pouco criterioso demais.

Um pouco antes de casarmos, o Rafael se mudou de vez para Brasília e viemos pela estrada (720km desde BH) discutindo possíveis nomes para os três filhos que queremos ter. Era assim: eu ia listando os nomes e ele ia dizendo “Não. Não. Não. Hmmm talvez, não gosto muito. Não. Pode ser, mas acho que não. Não.” Esse era muito comum, aquele era o nome do coleguinha que batia nele na 1ª série, aquele outro rimava com não sei o quê. Como foram muitas horas de viagem, finalmente conseguimos chegar a um consenso sobre dois nomes de menina e um de menino. Então estava tudo certo, a menos que Deus nos presenteasse com três filhos do mesmo sexo ou com um menino a mais. Pelo menos o primeiro já estava garantido.

Os nomes das meninas até agora são uma tranqüilidade. Tem muita opção legal, e o nome da primeira até hoje é indiscutível, nós dois adoramos. Acontece que eu nunca consegui me acostumar com o nome de menino que ele escolheu (curiosos, né? Pois a gente combinou que era segredo). Segundo ele, que NÓS escolhemos. Isso porque fui eu que sugeri e ele disse: “Opa, esse é legal”. Só que eu falei tantos nomes, de Briolanjo a Ariobaldo, que não considero isso exatamente uma sugestão. Mas foi o único nome do qual ele gostou.

Eu sugeri outros nomes, entre eles os incríveis básicos e clássicos como Antônio, Manuel, Francisco, e ele não gostou de nada. “Você só escolhe nome de cearense, amor!”. Eeeeeu?? Que calúnia!! Só porque sou cearense? Depois reparei que eu de fato tinha tios com cada um nos nomes que eu sugeri. Ora bolas, foi inconsciente. Em todo caso, são nomes que eu adoro.

Enfim. Fiz mais algumas sugestões de nomes de menino, que ele acatou meio contrariado e só aceitou como nome do segundo filho – o primeiro tem de ser o que ele escolheu. Tudo segredo, claro! Mas não posso encher muito o saco porque, afinal, ele é quem vai ao cartório registrar a cria...

10 comentários:

Flavia disse...

Noooossa juro que fiquei curiosíssima.
Mas me conta, hahahaha, o segredo é até descobrir o sexo, ou até registrar no cartório?

bjo


*ps: a primeira foto do post abaixo é INCRÍVEL! amei!

Lia disse...

Oi, Flávia! Que legal você por aqui. Parabéns pela sua blogagem coletiva lá no Astronauta!
O segredo dos nomes é só até saber o sexo, se for menina, e até a gente escolher um, se for menino. Resolvi não discutir mais essa questão com o maridón até saber o sexo, pra evitar a fadiga ;)
Beijos e apareça sempre!

Roberta disse...

kkkk Aqui em casa foi a mesma coisa...e os três nomes finalistas foram: Enzo, Arthur e Breno...ah, no final escolhemosVICTOR rs rs

bj

LiliX disse...

ai Liaaaaaaaaa! odeio segredos!!
anda! conta logo!

:/

Clara Viegas Miranda disse...

Eu tenho que saber o nome do meu capinzinho!!!!

Lia disse...

Taí, Clara: Capinzinho é uma boa opção, bem na onda ecológica do momento.

Rafael disse...

Não é verdade! Tem dois nomes masculinos de que gosto: Erasmo e Bulcemar! :P

dannah5 disse...

hehehehe olha aqui a gente teve uns embates bem complicados com nome, mas dessa vez decidimos assim, se fosse menina eu escolhia se fosse menino ele escolhia. Nao preciso dizer q rezei muito pra ser menina!heheh Ai veio Hannah, a Amanda foi de comum acordo e a Nicole tbm. Agora se fosse menino, eu tenho um nome q gosto desde criança, Christian, adoro esse nome, mas tbm gosto de Ethan, Ian, Yuri, so nao curto nome comum, agora Bulcemar eh sacanagem, desce o rolo de macarrao nele por favor!hehehe

Vcs nao pensam nas crianças maldosas da escola???? pensem nisso, o filho de vcs vai agradecer depois!hehe

Beijocas, adorei o post!!

Lia disse...

Gente, não se assustem com meu marido. Ele é engraçadinho assim mesmo. Bulcemar é pura zoação, um alterego que ele inventou na pós-adolescência. Mas o pior é que ele gosta mesmo de Erasmo... ai Jesuis.

Thaís Rosa disse...

ai, Erasmo não dá, né! Bulcemar vale pra zoar os curiosos que vão te pentelhar de hoje até o parto pra saber o nome do bebê... A gente também tinha um nome tosco assim, mas nem lembro mais. Meu marido também foi tinhoso com os nomes, no fim, ficamos com duas opções, e quem acabou escolhendo foi o Caio (hehe), já contei isso lá no blog.
beijo, você tá me dando vontade de ficar grávida de novo, afe!

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.