sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Mala da maternidade II - Resultado da enquete

Dessa vez foi difícil compilar todos os comentários e chegar a uma conclusão. Pelo visto esse negócio de mala de maternidade é tão pessoal como mala de viagem. Minha mãe me disse, quando voltei das feira da gestante: "Nossa, eu não usei nada disso, sutiã e almofada de amamentação, carrinho, balde... hoje as coisas estão modernas!". Isso porque eu ainda não falei pra ela da bomba de leite elétrica, das conchas de silicone e da pomada de lanolina.

Essa divagação foi pra mostrar como as necessidades são diferentes de pessoa pra pessoa. O que foi unânime nos comentários foram as havaianas. O resto eu adaptei e, até agora, minha mala está assim:

Eu:
- 2 camisolas
- 1 vestido soltinho para sair da maternidade (ir vestida com outro)
- 6 calcinhas
- 1 cinta
- 2 sutiãs de amamentação (ir vestida com outro)
- absorventes para seios
- 1 concha de amamentação
- 1 par de havaianas
- itens de higiene pessoal (shampoo, condicionador, sabonete, hidratante, escova, pasta e pente)
- máquina fotográfica
- enfeite de porta

Ela:
- 6 bodies, 3 calças sem pé e 2 meias
- 1 mantinha
- 5 fraldas de boca
- escova de cabelo macia

E umas frutinhas, conforme conselho da Thaty.

Mas não tem macacão?? Não, porque minha amiga disse que perde super rápido e que ela não vai usar macacão no verão. Mas e o ar condicionado do hospital? Pede pra baixar. Mas e se mesmo assim estiver muito frio pra um recém-nascido? Enrola na manta. Abraça. Deixa no peito. Sei lá, meu!

Ainda posso mudar de ideia (essa amiga minha acabou de ter o segundo filho e vou conversar com ela de novo pra conferir se é isso mesmo), mas por enquanto, c'est ça. Não é que eu não queira levar os macacões; eu não quero é comprar mesmo.

Alguns itens podem ser comprados nas farmácias ao lado do hospital, por isso não vou levar, tipo fraldas descartáveis e absorventes.

E resolvi que vou levar mala de parto normal mesmo, pela fé.

E vivam as enquetes!

+++

Conversei com a minha amiga e ela disse que é isso mesmo: levou os conjuntos de body com calça e deu tudo certo. "Por via das dúvidas, leve um casaquinho!" Hahaha adorei! Vou comprar um casaquinho, até pra atender aos apelos desesperados da Roberta por algo mais quentinho.

Ah, e já acrescentei a Lansinoh à lista.

Gente, e olha que prático: no hospital onde minha amiga deu à luz ao seu segundo bebê, em BH, eles oferecem todas as roupinhas de bebê! Você só tem de levar uma pra ele sair do hospital. Tudo bem que é meio ridículo fotos do bebê com aquela logomarca do hospital, mas que é uma mão na roda, isso é!

9 comentários:

piscardeolhos disse...

Lia, o ar condicionado do berçario é congelante, leva um negocinho mais quentinho sim, Deixa eu te falar que Noah quase não saiu dos meus braços (elas te perguntam se vc quer que leve, eu quis ficar agarrada). MAS tem um momento que eles vão levar a cria pra tomar banho e vão vesti-la no berçario e vai estar 20 graus ou algo asism. Leva leva leva.
Outra coisa: LANSINOH PELAMOR!

Paloma, a mãe disse...

Sim, o ar-condicionado é frio mesmo, por isso eu deixei vestirem tanta roupa na minha pequena em pleno verão escaldante. Em casa, porém, usa beeem menos.
Mas, menina, leve um casaquinho (ou mais) pra ela, feche a mala e relaxe. Se precisar de alguma coisa de última hora, acione alguém. Eu precisei de uma camisola a mais, é verdade. Manchas de sangue...

Cynthia Santos disse...

E os absorventes dos países baixos??
Não esquece!!!
concha de amamentação: 1 só, ou você quis dizer, um par??
Agroa, eu pergunto: Paninho de boca, pra que?

Val disse...

Lia,
Não li os comentários do post anterior, mas vou te dizer algumas coisas: normalmente a gente passa de um dia para o outro na maternidade, mesmo assim, sugiro q vc leve três camisolas - e nunca use aquela mais bonita assim q o bebê nascer: sempre suja de sangue. Comprei uma caríssima e linda, tá manchada até hoje. Então, compre branca (pra tirar a mancha mais fácil hehehe) e baratinha mesmo. Ah, anote na sua lista pra não esquecer de levar seus documentos e a carteira do plano (se tiver), fica até mais fácil para o papai ir registrar a pequena.
Quanto à malinha da Emília, vou te dar uma dica que recebi e foi muito útil: monte kits. Em um saco plástico, daqueles de colocar em pasta ( vende em papelaria, a folha custa uns 20 centavos, pelo menos aqui), coloque um kit de banho: 1 toalha fralda, uma roupinha (camisetinha, casaco e calça sem pés), uma manta e uma fralda descartável, além do sapatinho de tecido ou meia e luvinha). Lacre com uma etiqueta com o seu nome e numere de acordo com a ordem que vc prefira que seja vestido nela. Eu quis que a primeira roupa que o Rei vestisse fosse amarela, pela simbologia da cor e que ele saísse da maternidade com uma roupa azul. A sacola fica mais fácil pelo fato de que, depois da primeira, a enfermeira pode usar o saco para colocar a roupinha que trocou, evitando perder alguma peça. Meu Rei nasceu com 2700g, a fralda desc artável que usei foi tamanho RN, da Turma da Mônica. Dependendo do tamanho da Emília, vc pode comprar a P. Levei shampoo e sabonete liquido para o pequeno, mas usaram o dermacid baby (cabeça e corpo) nele, oferecido pela própria maternidade.
Desculpe o tamanho do post,
Bjos

Roberta disse...

Lia, eu sempre fui meio exagerada com malas, prefiro sempre levar coisa pra sobrar do que correr o risco de faltar ou de ter que pedir pra alguém levar mais coisas. Eu fiz e desfiz um milhão de vezes a malinha da Luísa. Como ela nasceu no inverno, levei bastante coisa (tipo bodies e macacões por cima). Lógico que não usou tudo, mas também não foi nenhum problema voltar com coisas sem usar pra casa, afinal é tudo muito pequenininho.
Sabe o que eu fazia muito? Como eu moro do lado da maternidade, eu de vez em quando ia espiar no berçário o que os bebês estavam usando. Me ajudou bastante a ter noção.
E me junto ao coro das meninas aí: leva roupinha mais quente, sim, por precaução.
beijos

ser menino x ser menina disse...

Obrigada pelo recadinho. Sou nova nesse negocio de blog mas estou adorando ver que não ou a única louca ...quer dizer MÃE nesse mundo...hehehe quanto as dicas realmente cada um tem seu jeito pessoal de urganizar tudo.
Realmente o Lasinoh foi muiiiiiiiito importante pode levar sem duvida, epode me chamar de fresca mas leva uns lacinhos pra Emília, afinal ela é uma menininha e tem que ficar fashion..rá!

ser menino x ser menina disse...

Ahhhh... ia me esquecendo ...só uma manta é muito pouco, e se o xixi vazar.. e se ela golfar (será que escreve assim...)
desculpe a intromisão....bjs

JULIANA disse...

Primeira vez aqui e dando pitaco! tststs
Mas o pediatra do meu filho me mandou levar roupinhas bem quentinhas para ele ficar no hospital pq bebês não devem perder calor do corpo para nã perderem muito peso! Troquei a mala toda na última hora depois dessa recomendação!
E se eu fosse vc eu levava fralda RN sim! Eu não levei e meu filho usou emprestado até alguem da minha familia sair pra comprar e "pagar"o bebe do quarto ao lado!

Christianne Alcântara disse...

Oi, adorei seu blog!!!
Bom, estou tendo minha filha (Valentina) por esses dias e já tive João Marcelo (03 anos). É uma curtição organizar as coisas da maternidade! Estou fazendo tudo isso por esses dias. Não se preocupa com fralda e absorvente. Pelo menos, o hospital, aqui no Recife, inclui tudo isso na fatura! Não sei como é por aí. Agora que separar as roupas da maternidade e ver nossos bebês empacotadinhos é um astral, isso é!
Beijo, Chris.

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.