terça-feira, 3 de novembro de 2009

Esperando janeiro

Adorei o mês que minha filha escolheu pra nascer.

Entramos em novembro e agora começa todo aquele clima de fim de ano. Inclusive já comprei uns enfeitezinhos de natal novos pra minha árvore, porque este ano quero celebrar o natal na minha casa. E motivos para celebrar não faltam.

Adoro o fim do ano. É um ciclo que se encerra, um período de avaliação do que fizemos, do que recebemos, das dificuldades pelas quais passamos. Ao poucos, as pessoas vão entrando em clima de férias – mesmo aquelas que não vão tirar férias. Parece que as coisas ficam mais leves; o coração se volta para as festas.

Sempre achei uma maluquice o ano letivo no hemisfério norte. Não consigo imaginar virar o ano sem umas férias de verdade e continuar fazendo as mesmas coisas, seguindo num ano com barras (2009/2010). Alguns gringos dizem que é maluco passar o natal no verão. Pois eu não vejo nada de maluco. Aqui, o ano novo é novo mesmo.

Há alguns anos, contudo, venho tendo um sério problema com a virada. É difícil de explicar. Quando chega dia 31 de dezembro, quero que tudo pare, e que eu fique pra sempre naquele ano velho que, por mais difícil que tenha sido, acabou.

Começou no ano da minha formatura. Passei o réveillon chorando, sem saber como seria meu futuro. Depois, comecei a maratona de trabalho integral e mais uma graduação, e creio que o cansaço me deixou meio deprimida em todos os anos novos que se sucederam até hoje. Acho que isso aconteceu porque os anos iam acabando e o ano seguinte não me mostrava nenhuma perspectiva. Não é que os anos tenham sido ruins (o mais difícil ,definitivamente, foi 2008); mas é que eu só conseguia olhar pra trás. Nunca pra frente.

Dessa vez é diferente. Tenho uma enorme perspectiva para o ano que vem: por volta de duas semanas depois do ano novo, terei nos braços minha menininha. E se a vida começa pra ela, uma nova vida começa pra mim, e pra nós, meu marido e eu.

Chegou novembro e estou mais que em clima de natal. Mais que em clima de fim de ano. Estou em clima de Emília.
+++

OBS.: Não, não corre o risco de ela nascer em dezembro, no meio das festas. Se tudo correr bem e eu tiver o parto a termo, ela só vem ao mundo a partir do dia 5/01, quando completo as 38 semanas.

11 comentários:

Marina disse...

Lia, sorte grande!
Meu maior medo é a minha querer nascer justo dia 31.12, pois o trânsito no Rio fica completamentw caótico!
:(

Faço 38 semanas dia 24.12!!! rsss

beijocas

Kelly Resende disse...

Que delícia, essa virada de ano vai ser mais que especial, né! Boa sorte para vcs, que seja tudo lindo nesse momento!
A minha chega em fevereiro, não vejo a hora...
Beijos

Ronise Vilela disse...

Lia, o nome do seu blog é ótimo! Conheço a canção e sempre canatava para meus irmãos mais novos. Sou jornalista, mãe da Alice de 2 anos e 3 meses e convido você para dar uma passadinha no meu blog, o MÃE SÓ MUDA DE ENDEREÇO www.maesomudadeendereco.zip.net

Beijos e curta esse astral que é ótimo!

Carol disse...

eu sempre pensei no ano novo commo uma excelente oportunidade de recomecar e o recomeco de vcs será incrível com Emília!

teu post inspirou um textinho, passa lá no blog!

Mãe do Pitoco disse...

Adorei o nome que vai dar à sua pequena e adorei seu blog também! Obrigada por sua visita lá no meu bloguinho outro dia... vou te linkar, ok? Quanto ao exame de urina em meninas, é o mesmo procedimento: encaixam a bichana da bebê no buraquinho do saco, em volta, uma colinha tenta aderir à pele da bebê para não descolar enquanto ela providencia o pipi e, claro... muita reza para dar certo! haha Beijocas... mas não se preocupe, ainda falta muito para Emília fazer este exame, quem sabe até lá tenham inventado algo melhor - ou, pelo menos, menos criativo. hihi

Paloma, a mãe disse...

Janeiro é bom demais mesmo, é um novo início, um mês em que as esperanças são renovadas. Eu sou de janeiro e a Ciça, de fevereiro. Adoro isso!
Beijos

Luíza Diener disse...

ai, olhando por esse ponto de vista, lia, ter filhos em janeiro é a coisa mais ótima do mundo!

e tenho certeza que a emília vai amar do mesmo tanto, visto que vai ter um aniversário pra comemorar mesmo depois da virada do ano.

ow, mudando de assunto, eu te avisei que meu blog mudou de endereço?

agora é potencialgestante.com.br

se der, muda depois o link no seu blog?

beijinhos e saudades

:)***

Marina Guimarães disse...

natal no verão, isso pq o nosso inverno não é de nada, então não faz tanta diferença assim. mas a nossa decoração de natal e totalmente importada. flocos de neve no verão de um país que nem neva.
gosto dos presépios e das bolas que quebram.

tb estou esperando a emília, quero ver esse famoso narizinho ao vivo.

Roberta disse...

Janeiro é tudo de bom...com seu post revivi 2008, gravidissima com DPP para o dia 11 (Victor nasceu dia 14),natal de barrigão a espera de janeiro...nossa e quase 1 ano depois..estou aqui digitando com um bb embaixo da mesa rs rs

bj

Lidia disse...

Eu acho q deve ser ruim nascer em janeiro pq ninguem mais tem dinheiro pq já gastou nas festas, além de todo mundo já estar com peso na consciência de ter comido d+ no Natal e já estar querendo fazer dieta. O melhor mês para nascer é em novembro, que todo mundo já está louco por uma festinha e ninguém gastou dinheiro ainda. No dia 10 especificamente é o melhor dia para nascer pois a lua e o sol estão sempre alinhados...

Fabi disse...

Já eu, completo 38 semanas em 14/12 e se tudo correr bem, meu pequeno deve chegar perto do ano novo!

Mas estou feliz de qualquer jeito!

Aquela velha frase "Ano Novo, Vida Nova" vai fazer sentido como nunca fez antes!!! :-)

Beijos,
Fabi

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.