quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Engravidei

Agora é sério. Acabou a brincadeira. Acabou aquele papo de “estou ótima, caminho 12km, ai que disposição, nada a reclamar, só a azia, hem, 2k?, não, me passa o pesinho de 3, me passa a furadeira, pode deixar que eu faço, não pode carregar peso? Peso é saco de batata, me dá isso aqui...”

Eu me rendo. Pra quem achava que todo aquele sofrimento de carregar uma criança na barriga era frescura, TOMA! Virei uma grávida do tipo “ai que sono, não aguento mais, ai minha perna, ai meus pés, ai minha bunda, não aguento mais ficar sentada, não suporto mais ficar em pé, ai que preguiça de sair pra caminhar (tá chovendo mesmo, né?), pernas abertas, pés de pato, respiração ofegante, refeições parceladas, estômago emplastrado, ai que mal humor, ai que alegria, ai que tristeza e, o tão esperado: por favor, me ajuda?”

Não que eu achasse que esse dia não fosse chegar. Mas é que eu previa isso lá pra semana 38, 39. Pois ontem percebi que o último trimestre não vai ser tão sossegado assim como eu pensei. Cheguei to trabalho só a bagaça. Tudo bem, trabalhei muito, mas o mesmo número de horas de sempre, e com direito a soneca de mais de meia hora no intervalo do almoço. E o Rafael indo pra lá e pra cá resolvendo coisas do ap novo, recebe o homem do telefone, e o homem do ladrilho, e o homem que vai restaurar o berço, e hoje a Bel vai lá receber o marceneiro... e eu aqui, trabalho, pilates, trabalho, injeção Rhogan na bunda, trabalho, exames, trabalho, trabalho e mais consultas.

E ando tão chorosa... quase todo dia à noite, “UÉEEEEENNNN! Amor, quero ir pra casa, amor, nosso ap nunca vai ficar pronto, amor, você não tá cansado fazendo tudo sozinho?, eu queria pode ajudar, mas eu não posso, eu não consigo, eu tô tão cansada...”

É. Agora é desacelerar, e cantar, igual na abertura do Smallville:

SOMEBODY SAAAAAVE ME!

11 comentários:

Kelly disse...

Lia, confesso que achei graça do seu post. Mas me perdoe.. Eu achei graça porque me identifiquei! Quando estava grávida do Lucas me senti dessa forma. Cansada "antes da hora". Mas não se cobre não.. É assim mesmo! Principalmente porque mesmo não fazendo tantas coisas (recebendo marceneiro, homem do ladrinho, etc), essas coisas estão na sua cabecinha. E isso gera esforço (ainda que mental). Mas cansa!
Agora é hora de resolver as ultimas coisas para chegada da Emília e esperar. Sem cobranças!
abração nosso!
Kelly & Cia.

Rafael disse...

HAHAHA! Q coisa mais linda!

Roberta disse...

Aproveita isso tudo e relaxa!! Durma mais, faça as coisas à seu tempo, dentro do ritmo que agora você aguenta.
É assim mesmo, o último trimestre é mais puxado sim. Mesmo que você trabalhe até o dia do parto, você estará cansada, andando com as pernas abertas feito pata etc etc. Já falei sobre isso no meu blog: é impossível ser uma grávida elegante no final da gestação. Aproveita isso tudo pra reduzir o ritmo sem se cobrar. Beijos.

Paloma, a mãe disse...

Lia, eu me senti assim também. Gravidez não é doença, mas altera tudo em seu corpo (e mente). Tem que desacelerar mesmo, deixar os outros cuidares de tudo, afinal, vc já cuida de muita coisa! Aproveite e peça ajuda meeeesmo. Sem medo de parecer folgada ou preguiçosa. Simplesmente seja.
Beijos

Marina disse...

hahahah
Caraca, Lia, o melhor de acompanhar seu blog é que como estamos na mesma fase de barriga, eu me identifico com 99% dqsa coisas! hahahahahaha

Eu tb tô assim!
Nem aguento mais caminhar, me dá uma preguiça da morte! Tô mantendo só a hidro...

e ainda faltam cerca de 9 semanas!
beeeeeeeeijos

Marina disse...

Ah, esqueci de falar... Qd tô na rua eu me controlo o tempo todo pra não andar igual pata!
Mas em casa, minha querida, chutei o balde!
O andar sensual da pata tem prevalecido, principalmente no final do dia! hahahahaha

Que tragédia!

bjs

Cynthia Santos disse...

Tá pegando o bonde que só sentiu isso agora...eheheh
Eu passei a gravidez inteira assim, achava que nunca mais ia ter energia pra nada...eheheheh
Beijos, amiga, relaxa, e vai com calma, um passo após o outro!

Ana disse...

Se permita estar grávida!
Aproveita bem, pede tudo na mão, não se sinta culpada por não poder fazer, não poder ajudar.
Relaxe o máximo possível.
Pernas para cima, livro sobre a barriga, ou controle da tv na mão, esquece o mundo lá fora!
Beijos

Carol disse...

olha, como boa pessoa nao grávida e sem experiencia, faco coro com o seu "eu-anterior", hahaha: acho que será suuuper tranquilo! até que meu corpo me prove o contrário e me faca morder a língua, hehehe.

mas falando sério: eu tenho até medo de ficar grávida no verao, achando que vou derreter pelas ruas de tanta indisposicao e calor. acho que vou me aproveitar da situacao mesmo antes de precisar!

beijos! e descansa!

Patricia disse...

Lia,

já falei e repito: você vai tirar de letra. Um dia a gente fica mais cansada, mas no outro se recupera. E o choro...ah hormônios.. pra que te quero? Firme aí que logo logo Emília chega!!
beijos

Carol de Castro disse...

Lia, que blog lindo, útil, sincero... Amei! Parabéns!!!
Carol

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.