quarta-feira, 15 de julho de 2009

Se deixando levar

Hoje não queria escrever. Quero dizer, queria, mais que tudo. Mas o mundo me arrasta para coisas tão mais úteis, e tão menos importantes.

O trabalho, os aborrecimentos. Tentar estudar para mudar minha situação. Resolver coisas práticas. Tudo, menos se deixar sentir alguma emoção, boa ou má. Sentir um amor enorme pelo meu marido e pelo nosso filho – não apenas amar; sentir esse amor apertando cada câmara do coração. Deixar as lágrimas caírem. Sentir o medo do futuro. Não apenas ter medo, mas deixá-lo me abater completamente por alguns minutos, e despejar tudo sobre o marido, para depois poder dormir em paz. Sentir a alegria enorme que me trazem todas as dádivas que recebi. Não estar alegre, simplesmente, mas deixar essa alegria se transformar em perplexidade, abrir meus olhos para o milagre que está acontecendo agora.

Em vez disso, faço-me de séria e sorrio apenas cortesmente para os colegas de trabalho. E trabalho, porque foi isso que vim fazer aqui. O sonho fica pra amanhã, se Deus quiser.

4 comentários:

Thaís Rosa disse...

nossa, como te entendo! passei tanto por isso durante a gravidez... mas é tão bom saber que esse sonho bom fica para amanhã e é inevitável, e só fica melhor e melhor... um filho tem esse poder.
bem legal seu blog, adorei seu comentário no post do sorteio! Obrigada pela visita!
bj

bibi disse...

Pode esperar, que Deus quererá sim.
:o)
Lindo post. Beijos solidários da
Bíbi

Luíza Diener disse...

lia, dá uma olhada nesse link aqui.
é o tal das mamadeiras que eu te falei.
são lindinhas e não fazem mal para o bebê.
pelo menos é o que dizem né?

apesar de achar as de vidro esteticamente lindas, acho que são um pouco pesadas pro bebê segurar né?

bjinho

Lia disse...

Mas vende isso no Brasil?

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.