segunda-feira, 22 de março de 2010

Suor e leite

Meu fã número um reclamou da ausência de postagens. "Estava cuidando da sua filha, querido". Pois florzinha andou meio chorosa hoje de manhã, pra variar quase não sonecou (está sonecando agora. Vamos ver quanto tempo vai durar) e, como resultado, terminei a manhã sem blogar e de pijama! Pessoal, desde que voltei no hospital que não passo a manhã de pijama!

Agora que uma grande amiga me ligou dizendo que vem nos visitar, resolvi trocar de roupa e estou aqui de legging e top. E pra quê? Pra já ir me preparando pra malhar no fim da tarde! Isso mesmo, comecei na academia.

E como é malhar com uma filha de dois meses que só mama no peito? No mínimo, complexo. Pra começar, quinta-feira quase perdi minha avaliação, marcada pra hora do almoço, porque meu marido se atrasou. Chegou em cima da hora e fui sem almoçar - mas o mais importante estava feito: amamentei florzinha logo antes de sair. Aliás, essa é a chave pra essa malhação dar certo. Só saio se ela tiver mamado na última hora.

Mesmo com todo meu sistematismo, ainda não consegui estabelecer uma rotina tão rigorosa ao ponto de conseguir prever os horários das mamadas. Além do mais, como já disse, estamos na livre demanda. Tem dias que ela mama de três em três horas, mas na maior parte das vezes os intervalos são de 2h, 2h30. Já pensei até em colocar os dados (eu anoto tudo) numa planilha pra descobrir algum padrão, mas ainda não tive tempo. Por enquanto, o negócio é eu me programar pra estar em casa no máximo 2h depois do início da última mamada.

Por causa dessa restrição de horários, não voltei pro boxe nem entrei na natação. Tive de me render ao chatíssimo esquema das academias, porque tem uma exatamente na frente da minha casa e eles oferecem atividades o dia inteiro. Se eu perder uma aula, posso ir na próxima. E se tiver qualquer emergência, posso voltar correndo pra casa, sem o risco de ficar presa no trânsito.

Então fui lá, na cara e na coragem, me matriculei e comecei na sexta-feira. Ginástica localizada às 7h, depois de acordar às 6h20 pra amamentar. Que delícia! Passei o fim de semana dolorida e já estou ensaiando o adeus à minha barriga partida ao meio.

Hoje pretendia fazer a mesma coisa, mas algo maravilhoso está acontecendo: minha filhota está se desmamando na madrugada! Ontem foi dormir às 20h e só acordou 5h50!! Olha que crescidona! Teria sido perfeito se meu corpo ainda não estivesse preparado pra amamentar de madrugada. Daí que ela secou um peito e o outro ficou uma bola gigante. Sem condições de malhar "mameta" (perneta, maneta... enfim, com um peito muito maior que o outro).

Mas a ideia da academia era essa mesma: não deu dessa vez, vou na próxima aula. E hoje já avisei o marido: "amor, vou na aula das 18h40. Esteja em casa".

Confesso que é estranho deixar meu bebê pra ir ali fazer uma coisa chatíssima. Mas não consigo viver sem atividade física, e o motivo não é nem um pouco estético. É uma questão de saúde mesmo. E cuidar de criança detona sua coluna e seus tendões, então é bom estar preparada. E tem minhas hérnias, e tem que quero engravidar de novo ano que vem... e quanto mais a gente demora pra retomar, mais difícil fica.

É isso aí. Agora o resguardo acabou de vez.

10 comentários:

Paloma, a mãe disse...

Por que vc não faz uma atividade em que possa levá-la junto? Tipo ioga pós-parto com bebê? Assim dá até par ir mameta, todo mundo vai entender, hehehe! Mas o fato de a academia ser pertinho da sua casa é uma mão na roda mesmo. Até pensei em fazer isso no primeiro pós-parto, mas, ao contrário de vc, tenho espírito sedentário e muita dificuldade de sair de perto da minha filha para fazer o que não gosto.
Beijos

Patricia disse...

Lia, te admiro. Eu até tentei começar uma academia durante a licença maternidade mas não rolou. Tentei aquelas de 30 minutos, sabe? Mas ia correndo, voltava correndo e acabei desistindo. A barriga mole ainda está aqui comigo. Quem sabe, um dia, ela vai embora...hehehe

Cíntia Anira disse...

Parabéns Lia! Você sempre nos inspirando. Siga firme e venha contar como tem sido a experiência e as adaptações. Bjão

Patrícia Boudakian disse...

Isso é ótimo de conseguir malhar assim, depois de 2 meses de parir. Seu corpo com certeza vai agradecer e muito. E o fim do resguardo deve ser ótimo, né? Eu que fiquei 20 dias após uma cirurgia já estava subindo pelas paredes de não poder fazer nada... hehe

É isso. Parabéns pela iniciativa. Está certíssima.

Beijo!

Renata disse...

Nossa, que ânimo. Eu também não consegui começar nada depois do nascimento do ANdré e admiro sua força de vontade!
beijoca

Ana disse...

Menina sempre me surpreendo com sua força de vontade e disposição!
Vc tá certa, as dores na coluna são terriveis.
Com 3 meses a Emilia dever regularizar as mamadas. Aí ficará mais fácil.
Que bom que ela está dormindo a noite inteira!
É para comemorar! Rs
Beijos!

Jacke Gense disse...

Quando nasceu meu segundo filho, quando ele completou 2 meses voltei a correr.. agora com meu terceiro filho está tudo diferente.. ele está com 7 meses e continuo sedentária.. e com 10 kgs para perder..

bjs

Luíza Diener disse...

ah quem dera, quem dera!

a parte de anotar tudo, horários e essas coisas eu dou conta e adoro fazer.
a parte de sair de casa pra malhar.. ai socorro!
ir à natação tem sido quase um pré-parto pra mim!
mas em compensação, se vc volta a malhar agora, sua barriga fica excelente, vc fica parecendo aquelas lindas mães extraterrestres pós paridas do meu blog, vc fica saudável, em forma e feliz.
mas continua monoteta se a emília não colaborar.

boa sorte e todo o meu apoio psicológico. ahahahah!

:)**

Daniele disse...

Oi Lia! Tudo bem? Sua filha é linda!
Lembrei de você, instalaram uma sala de amamentação aqui na Anvisa para tirar e guardar leite..caso vc queira continuá-la amamentando depois que a licença acabar! Beijos

Lia disse...

Dani! Que maravilha!! Adorei a notícia, diminuiu meu medo de voltar a trabalhar! Tá ficando chique esse nosso trabalho, hem?

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.