sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Respondendo aos comentários

Uma das melhores coisas de postar é receber de volta os comentários. É legal ver a impressão que os outros tiveram do seu texto.

Mas aí eu percebi que fiz uma injustiça com meu pobre marido. No post de anteontem, quando falei que ele tinha dificuldades pra acordar à noite (e de manhã também, diga-se de passagem), acho que algumas pessoas pensaram: "Xiii, tá lascada!"

Então gostaria de esclarecer que meu marido é o marido mais lindo, maravilhoso, adorável, carinhoso, companheiro e ajudador que existe. Ele está completamente fora de qualquer estereótipo de machão sexista, como eu já descrevi aqui e aqui. Ele mesmo me disse: "Ah, amor, eu acho que vou acordar, sim, acho que o nascimento da minha filha pode mudar meu organismo, sei lá..." Eu brinquei: "A ocitocina, né? Vai te ajudar a ficar mais alerta."

É verdade que ele tem o sono pesado. Mas também é verdade que ele faz das tripas coração para jamais me sobrecarregar, e foi assim durante toda a gestação. Atualmente, ele virou meu motorista, e por conta disso perde 1h30 a mais no trânsito todos os dias porque eu trabalho longe pacas e ele vem sempre me pegar pra gente ir almoçar juntos. E devo acrescentar que ele passou a acordar às 6h15, no escuro, pra poder me levar no meu horário, que é cedão. Antes de virar meu motorista, ele já tinha começado a acordar mais cedo só pra tomar café da manhã comigo e garantir que eu não saísse de casa sem comer (antes eu deixava pra tomar café só no trabalho).

Assim como ele é um marido exemplar (lava a louça, tira o lixo, recebe a diarista, vai ao supermercado sozinho), tenho certeza de que ele será um pai maravilhoso, e que não apenas vai me "ajudar". Ele vai dividir comigo as responsabilidades de forma que não fique pesado pra ninguém. E também tenho certeza de que a Emília vai gostar muito mais da shantala dele que da minha (não sou uma massagista muito paciente, e ele gasta mais de meia hora comigo todas as noites só me fazendo massagens...).

Enfim, mega sena da virada é trocado... valioso mesmo é um homem desses!

+++

E quanto à iminência da chegada da Emília, adorei o comentário da Pat e quero respondê-lo aqui:

Agora devem estar chovendo previsões do tipo "amanhã muda a lua, vai nascer", "sua barriga baixou mais, vai nascer", "seu nariz desinchou, vai nascer". Acertei?

Hahahaha! Até que o povo não está palpitando muito não. Tem gente que diz (homens pricipalmente):

- Nossa, tá chegando, hem? Faltam quantos meses?
(ô dó... já pensou eu mais alguns MESES com esta barriga??)

Já as mulheres preferem a fórmula:

- Esse neném vai nascer agora?!?! Ah, é a maior felicidade, você vai ver, boa hora...

Quanto à mudança de lua, eu mesma estou palpitando sobre a data do parto com base nisso. É que a Emília desceu duas vezes em dias de mudança de lua: 24 e 31/12. Daí resolvi perguntar pra minha gineco se era mito ou verdade. Ela disse:

- Nascem bebês todos os dias... mas quando muda a lua, parece que nasce mais. A lua influencia nas águas, né?

Hoje muda a lua, mas realmente não acho que a Emília nasce hoje. Já sexta que vem, quando muda outra vez, seria um palpite com grandes chances...

E quanto à barriga baixa: de novo, ponto pra mim! Sempre sou a primeira a perceber quando ela desce um pouco. Depois disso é que o povo comenta. E depois vou na gineco e ela confirma o encaixe.

E, finalmente: meu nariz não desinchou porque não inchou! Com toda sua batatância natural, ele não precisou aumentar pra dar conta da falta de ar. Então essa parte ficou na mesma...

+++

Agora que fui perceber que a lua mudou foi ontem! E eu disse ontem: "Amor, acho que ela desceu mais!". Segunda-feira, se Mila não nascer antes, terei consulta pra confirmar. Mas depois de tantas coincidências, meu voto é que ela vem dia 15/01, sexta-feira, só pra avacalhar a licença-parternidade do Rafael e permitir um grande fluxo de visitantes no hospital...
Uhhhh noite de lua nova...

16 comentários:

Maya disse...

Lia, minha cunhada é obstetra e ela nem é de acreditar em qualquer coisa que dizem por aí, mas essa da lua, ela confirma!! Ela nem marca viagem em lua cheia quando tem gravida perto da data do parto pq diz que é quase certeza que nasce!!!
Mais uma vez, felicidades e saúde para os pais e a sua nenem!!
Beijos

Lidia disse...

Seu nariz inchou sim...Mão vc não acha que o nariz da Lia inchou?

Luzia disse...

Acho que sim minha filha...o nariz da Lia inchou sim...

Lia disse...

Gente, ignorem minha irmã bocó (Lídia) tumultuando meu blog. Ela ainda teve coragem de entrar no perfil da minha mãe (Luzia) pra deixar o segundo comentário.
Lídia, quando você engravidar, seu nariz de septo torto vai inchar só de um lado!!
(Ah, como a família é uma coisa linda...)

Rafael disse...

Hahaha. E ela ainda chamou sua mãe de "mão" :D
(Adorei sua declaração de amor!)

Patricia disse...

Lia, meu nariz também não inchou, nem a barriga baixou, mas todo mundo ficava de olho na Lua...menos a Dona Mariana, que não quis sair da minha barriga de jeito nenhum!
Adorei sua irmã! Dei risada aqui sozinha! bjss

Paloma, a mãe disse...

Lia, vc está certíssima, marido tem que dividir, não ajudar. Isso sempre foi tão claro para mim que não consigo ver diferente e acho que a gente não pode se contentar com ajudinhas, não. A vontade de ter filhos, asssim como a responsabilidade, é de ambos.
E, quanto a inchaço, este vem com força é depois do soro, se vc precisar tomá-lo (espero muito que não)!

Tathyana disse...

Meu marido é super parecido com o seu. Soma e não divide. Quando Alice nasceu, minha mãe passou uns dias em casa nos ajudando e ela ficou encantada com ele. Rsssssss. Ele SEMPRE me liga no intervalo das aulas e quando acaba, pra saber se precisa de algum coisa para o dia seguinte. Eu acho isso o máximo!!! Em relação a acordar na madruga, aqui em casa era assim: eu acordava para amamentar Alice e Fred ficava com ela até arrotar. A cada gemido dela (nos primeiros dias)a gente tinha sobressaltos. É muita novidade e o corpo, relógio biológico, muda mesmo.

Beijosssss

Christina Frenzel disse...

Lia, sabe 'no creo en las brujas, pero que ellas hay, hay'? É mais ou menos isso com relação à lua rssss Acho que até os obstetras mais cascudos, mais tradicionais lá no fundo admitem que tem algo a ver, sim... rsss

Beijocas enormes!

Christina Frenzel disse...

Ah, sobre marido.... O meu também foi show - até hoje é, no que diz respeito às divisões de tarefas em casa e na educação da Ciça!!!

Tiramos a sorte grande!

=)

Fabiana disse...

Os maridos sempre nos supreendem. O meu diz que não vai trocar nenhuma fralda. Mas ele sempre foi legal, não erá diferente qdo a Laura chegar. Agora na gravidez, falo que to sem pique, ele vai lá e faz o jantar.

Homens de verdade sempre nos supreendem. E com o seu que é super companheiro não vai ser diferente.

Agora...acho que a Emília chega antes do dia 15 =P
Rsrsrs.

Bjos.

Carol disse...

miniiiina, adorei o amor fraterno! que delícia, quanta delicadeza! ri mto aqui, hahahaha

mas bem, eu concordo com os comentários de que o relogio biologico muda com determinados acontecimentos, com certeza ele vai dar uma acordadinha de noite com vc.

e boa sorte na proxima virada de lua!! (eu sou das malucas ansiosas que acham que ela vem é hoje!)

Lia Vasconcelos disse...

Lia, meu marido era bastante parecido com o seu: sono pesadíssimo. Eu tb temia pelo meu destino!!! Mas fique absolutamente tranquila. A maternidade/paternidade muda tudo e, hj, ele escuta ela respirando até! E só não me ajuda mais de madrugada pq Isadora está na tal crise da separação e só quer saber da mãe...boa hora!

Dany Rabelo disse...

Que sorte a sua de ter um marido tão atencioso querida! Seja ou não na mudança de lua, espero que o nascimento da Emília seja perfeito para você e para ela!
Quanto ao comentário passado, é verdade.Te acompanho em silêncio há longos meses rsrs, mas tenho justificativa, sempre lia ses textos no trabalho, entre um servicinho e outro, então nunca dava pra comentar. Porém, agora, que já diminuí o ritmo, acho que serei mais participativa por aqui.
Bjos e fiquem com Deus.

Cíntia Anira disse...

Olá Lia. Eu moro em Estocolmo e acompanho seus textos na moita. Adoro todos! Eles me inspiraram confiança, porque estou sozinha com meu marido, longe da família e dos amigos. Minha filha chega em março. Estou fazendo alguns exercícios em casa e me preparando para o parto vertical. Boa sorte! Boa hora para vocês!

Val disse...

Ih, Lia... Sugiro que vc não faça muitas propagandas não... Tira logo esse post do ar hehehehe. Brincadeira. Apesar de ser obrigação do companheiro(a), muitos homens não fazem não. São machistas e só participam das horas boas. Parabéns ao casal pelo amor e pela cumplicidade. Feliz da Emília... Bjos. E que venha a sexta-feira!

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.