quinta-feira, 22 de julho de 2010

Te cuida, mamãe!

Estou com herpes. Descobri ontem. Foi uma semana com umas marcas estranhas no rosto, que evoluíram de montinhos rosados parecidos com picada de mosquito até feridas de casca preta. Parecia mesmo algum veneno de inseto, uma reação alérgica forte, daí porque não fui ao médico antes. Até que terça-feira minha mãe teve um estalo e pensou em herpes, e a dermatologista confirmou.

O vírus da herpes está presente em quase toda a população adulta, e fica incubado até que o sistema imunológico se fragilize. Eu nunca tinha tido uma manifestação antes. A dermatologista explicou que como a amamentação consome muito da gente, qualquer resfriadinho pode ser uma oportunidade pro vírus. E justamente eu tive um resfriado há umas duas semanas. Some-se a isso o estresse mor por causa das papinhas, a total falta de tempo pra descansar e comer e talvez alguns fatores psicológicos tipo medo de voltar a trabalhar. E aí, puf!, estou eu igual ao Avatar (sim, porque eu tive um foco na pálpebra, que inchou e pressionou a parte interna do olho. Ficou assim, meio coreana, meio ET).

A boa notícia é que a doença já está na fase final, já estou medicada e as feridas, se bem cuidadas, não deixam cicatrizes. Ah, e a medicação não impede o aleitamento.

A má notícia é que este vírus é extremamente perigoso para bebezinhos que nunca tiveram catapora e nem foram vacinados. O vírus da herpes é o mesmo que causa a catapora, e em bebês pequeninos como Emília, a doença é bem “chatinha”, segundo a médica. Ela olhou a Emília com cara de espanto e disse: “Já faz uma semana que você está com isso e ela até agora não teve nada? E você fica com ela o dia todo??”.

É. Pelo visto Emília escapou de mais uma, porque a fase contagiosa da doença já passou (é quando dá bolhas). Em todo caso, a gente vai ficar meio afastada até amanhã, restringindo o contato à amamentação, só pra garantir. E estamos observando de perto qualquer alteração que ela tenha, porque se der alguma coisa a gente trata logo no início.

Moral, ou melhor, morais da história:

- Grávidas, lactantes e mães de crianças pequenas, se cuidem! A gente fica sem comer, sem dormir, às voltas com tudo menos com nossas necessidades vitais. Daí a gente fica doente e tem que chamar os outros pra cuidarem dos nossos filhos, e o pior: coloca a saúde deles em risco.

- Grávidas, lactantes e mães de crianças pequenas, investiguem qualquer coisa estranha. O que eu achava que era veneno de inseto era na verdade um vírus perigosíssimo pra minha filha. Devia ter ido ao médico antes. Ai, a culpa!

- Nada melhor do que não pegar nos bebês dos outros. De sexta a terça-feira, quando eu estava justamente na fase contagiosa, entrei em contato com vários bebês de amigas e, como sempre, não peguei em nenhum deles – sequer cheguei muito perto. Tem gente que acha frescura que as mães achem ruim o bebê ficar passando de mão em mão. Só que muita gente está doente e não sabe, como aconteceu comigo. No meu caso, eu até poderia ter desconfiado. Mas a fase contagiosa de muitas doenças não é a fase da catarreira, é uma fase silenciosa.

Ficam aí as dicas. E saúde pra nós e nossos bebês!

19 comentários:

Jacke Gense disse...

Herpes é uma coisa muito chata... e realmente te que cuidar... que bom que a pequena Emília escapou dessa...

bjs

Patrícia Boudakian disse...

Nossa! Que susto, heim? Herpes deve ser uma doença muito ruim mesmo. Mas juro que não sabia que é ainda mais perigosa para os babies. Super concordo com isso do baby ficar passando de colo em colo. Arfe. Meu filho ainda nem nasceu, é apenas uma sementinha-mini-gente e já me da arrepios essa história toda de pega daqui, pega dali. Acho que vou ser considerada a mãe chata e ponto. rs

beijos

Roberta Lippi disse...

Xii, minha filha, eu tenho herpes desde a adolescência. É um saco mesmo. Mas eu já identifico rápido (a minha começa tipo com uma coceira em uma parte do lábio)e já corro pro Zovirax.
É típico em perídos de queda de resistência.
Mas valeu seu post pra eu me tocar sobre passarmos isso para recém-nascidos. Vou ficar esperta. Até que faz tempo que eu não tenho, mas é bom ficar de olho.
Beijos

Sheila Minatti disse...

Lia,

Não sei se essa herpes que voce teve é a tal herpes zoster, que da so em um hemisferio do corpo e é o mesmo virus da catapora que vc ja teve um dia... ai a imunidade esta baixa e ele te ataca! ha! Pois é para te solidarizar e tranquilizar eu tive essa ha um mes, 0 tb diquei meio apavorada da pequenina pegar - mas graças a DEus não aconteceu nada, estamos todos bem por aqui...

Se cuida, poe limites e pede ajuda!!

beijos!

Fabi disse...

Que chato, Lia!!
Torço pra que você fique totalmente recuperada logo e que a Emília passe ilesa por esta!!!

A gente nunca pensa nestas coisas quando deixa os outros perto dos nossos filhos, né? Mas por outro lado, não dá pra criá-los numa redoma de vidro. É um meio termo difícil de encontrar!

Quanto aos cabelos dos nossos pimpolhos, outro dia depois do banho, quando os cabelos do Gu estavam molhados eu fiquei brincando com ele e puxei tudo pra cima! Tirei foto claro! Ficou um figuraça de moicano em pé!
Bjocas

Sarah disse...

Nossa Lia, que susto hein! Não conhecia as manifestações da doença, valeu pelas dicas!
E concordo total com vc sobre não passar bebezinhos de colo em colo. Não é frescura, é prevenção mesmo!
bjos e melhoras!

Fabiana disse...

Eu tenho herpes desde a infância e sofri muuuito com as bolhas da boca.
Mas não sabia que era muito perigoso para o bebê.
Ainda bem que faz tempo que não tenho.

Melhoras pra vc.

Bjokas.

Letícia Volponi disse...

Meu marido tem há um tempão também. Aparece pelo menos uma vez por ano, em geral, no inverno. Mas as dicas são excelentes. Muito bom!
Ah, e melhoras!!!

Carol Garcia disse...

te cuida, lia...
essa época de amamentação e final da licença maternidade deixa a gente muito sensível a tudo.
sofri muito com as faringites e as griposas.
bjocas e melhoras

Nutrição & Cia disse...

Muito ruim minha cara eu sofro disso desde adolescente, um saco, sofri muito preconceito. Eu usava antes ZOVIRAQUIS agora é ACICLOVIR. Tem um remédio em farmácia de manipulação que se chama HUS TOC CH6 ( sei até de cabeça de tanto que usei isso) ele ajuda a fazer a maldita voltar pra dentro, pois não tem cura. Tem uma injeção que toma também. Quando vc perceber sua boca coçando, é ela. Já passa pomada e toma esse Hus Toc que as vz nem nasce. Bjs obs: tenho quase todo ano por isso relatei.

Journal de Béatrice disse...

Ai Lia... Sustão hein!
Eu tenho esse probelminha de herpes desde pequena e ela pode surgir justamente nos momentos de baixa imunidade, como vc falou. Esse estresse todo para a volta ao trabalho ta mexedo com o seu corpo!! Mas que bom que a Emilia passou ilesa dessa! MElhoras! Beijos!

Tathyana disse...

Eu já tive duas vezes mas faz muitoooo tempoooo. Ainda bem que florzinha é machinha e não pegou. Se cuida aí. Bjssss

Anna disse...

Que bom saber que está melhor.

Melhor ainda saber que a Emília saiu ilesa.

Beijos e se cuida!

Dani disse...

Lia, também sou do time que tem herpes desde a adolescência. Tive vários episódios na gravidez da Nina. Depois que ela nasceu, não tive não. Não sei se é porque coloquei Mirena 3 meses depois (não sei se tem relação, mas com o DIU nunca fiquei quase 2 anos sem ter...). Depois que tirei e engravidei, já tive 3 vezes.
E sabe o que a pediatra da Nina me disse. Que a estomatite dela pode ter sido causada pela minha herpes!
É isso aí, não só catapora, mas estomatite, amiga!
Péssimo, né!
Beijo, querida!
Dani

Futura Mamãe disse...

Ah, que chato, Lia! Eu já tive herpes tb... é chatinho mesmo... mas gostei dos teus conselhos no final do post, eu tb não gosto de ficar pegando bebezinhos no colo, assim, o tempo inteiro, todos os bebês que aparecem... dá vontade, mas é mesmo perigoso... qualquer "viruzinho" que a gente pega já passa pra eles e a gente fica depois toda culpada ne?

Bom, melhoras pra você!
Um beijo

Renata disse...

EU tenho herpes há muito tempo e, assim como a Roberta, consigo identificar rapidinho. Desde que o André nasceu, não tive nenhuma manifestação e confesso que nunca soube do perigo que seria para os bebês. Obrigada pelo esclarecimento, acho que se eu tivesse tido, tomaria cuidado pra não passar pra eles, é claro...mas não imaginaria nada de pior. Afe!
Ainda bem que já está melhor.
beijos

Kelly Resende disse...

Caramba, Lia, que susto! Eu nunca imaginei que esse virus era perigoso para bebes! Eu nunca tive manifestações, mas minha irmã qdo criança tinha sempre.
Qto a gente se cuidar, eu até tento, como pra caramba no almoço e no jantar e só, e dormir... isso aí tá dificil...
Abraços

Coisas de mãe disse...

O meu homeopata me da vitaminas pra eu tomar , elas judam a manter a imunidade! Super recomendo!

beijos Pati

http://coisasdemae.wordpress.com

Carol P disse...

Herpes eh um saco, eu tenho desde sempre, e ja sei os sintomas e tenho sempre zovirax na mao.
Tive na gravidez e logo que minha filha nasceu, e nao podia beijar ela ou se tocava na boca lavava, mas segundo o medico o tipo que eu tenho nao faria mal a ela. Maas em casos mais severos de herpes, sim podem prejudicar a crianca. Nao sou medica, so palpitando o que me recomendaram, mas sabe como eh melhor previnir...
bjs

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.