sábado, 31 de julho de 2010

As primeiras férias de Emília – Parte 2

Emília global

Estavam rodando a nova novela das seis em Pirenópolis de Goiás (e foi pra lá que eu fui!). E não é que os globais estavam hospedados justamente na nossa pousada?

Café da manhã, mesa com Cléo Pires, Edson Celulari, outro cara aparentemente super famoso, porque todo mundo pedia pra tirar foto com ele mas que eu desconhecia completamente, e um quarto elemento desconhecido de fato. E se você não é carioca, nunca encontrou com uma celebridade e acha que eles só conversam sobre joias e viagens à Europa, saiba que os papos à mesa são dos mais triviais:

Cara famoso que eu não conheço: - O Rottweiler é um cachorro muito companheiro...
Celulari: - Mas ele é traiçoeiro...
Cléo: - Ai, um dia desses vi um filhote de Pinscher, que fofura!

(...)

Celulari, apontando pra camisa do cara famoso com a gravura “Che Madruga”: - O que é essa sua camisa? É o Madruga, do Comando da Madrugada?
Cara famoso: - Não, esse é o Seu Madruga, do Chaves.
Celulari: - Ah, não é da minha época.

Passo ao lado com Emília e a Cléo exclama, com a cara mais comovida do que quando falava do Pinscher:

- Ai, que bonitinha!

Eu dou aquele sorrisinho orgulhoso de mãe e o Rafael segue em frente como se nada tivesse acontecido. Mas que fique registrado que a Cléo Pires babou pela Emília.

No dia seguinte, quase atropelei a Laura Cardoso com o carrinho de bebê. Sai do meio, celebridade, que Emília vai passar!

Emília e a comida – mamãe Nestlé e maçã no dente

Eis-me aqui para confirmar o que dizem milhares de mãe: os bebês adoram papinhas Nestlé. E Emília não é diferente: se acabou naquela porcaria com cheiro de tempero de Miojo. Quando eu digo se acabou, digo que ela comeu mais ou menos 1/10 do potinho – uma refeição de glutão pra ela. Experimentei, não achei ruim não. Mas tem mega gosto e cheiro de coisa industrializada, extrato de tomate Cica, Sazon, sei lá. Em todo caso, a Nestlé se mostrou quase uma segunda mãe. Mas só em viagens, tá? (Até porque só existe uma opção de sabor sem carne.)

E pra não me desmoralizar, ela comeu bem as papinhas congeladas que eu levei, feitas por moi e temperadas com umas ervas no azeite do buffet do restaurante. Mas necas de comer fruta. Daí dei a maçã pra ela brincar, depois de eu mesma morder um pedaço, e o que faz Emília? Começa a comer a maçã sozinha, raspando com os dentinhos que ela tem embaixo e chupando! Gente, não é encenação: fruta agora só no dente. Não é que os vilõezinhos servem pra algo além de enfeitar e me morder os mamilos?



Emília e a cachoeira

A água ela achou fria demais, e não quis entrar. A gente entendeu. Mas ficou olhando e apreciando o barulhão.



No segundo dia, a água estava menos gelada e ela aceitou pôr os pezinhos. Novembro na praia eu te dou um caldo, dona Emília!



O bem que isso faz

O saldo da viagem foi uma família radiante. Emília num bom humor sem fim, papai e mamãe felizes, felizes. Foi um marco pra nós. Acabou bebezinha. Agora Emília curte com a gente, faz trilha no mato (ok, só 400m), dorme bem em berços estranhos, mama em birosca de beira de estrada.

Essa idade (seis meses e meio) é maravilhosa pra viajar. O bebê já curte, já percebe bem as novidades, sente um cheirinho de férias e relaxa junto com a gente. A gente também já não está tão preocupada com questões de higiene, roupa de cama lavada com sabão de coco, banheira esterilizada e essas frescuras.Por outro lado, como ela ainda mama uns 95% do que come, em caso de emergência sempre tem o peito à disposição, o que facilita demais. Na volta os horários ficaram um pouco bagunçados e tive de pular a papinha do almoço, porque estávamos na estrada e não tinha onde esquentar (alou, Dr. Pediatra, não me mate!). Ela obviamente nem sentiu falta e ficou mais que feliz com o mamazinho.

Enfim, recomendo demais. Adorei nossas primeiras férias em família. E fica aí um videozinho com a alegria da moça.

video

19 comentários:

Paloma, a mãe disse...

Que delícia, adorei a fotos dos pezinhos na areia! Piri ficou ainda mais bonita depois da passagem da Emília.
Beijos

Jacke Gense disse...

Simplesmente fofaaaaaaaaaa... Que risada mais gostosa!!!

Tati Schiavini disse...

Que delícia de passeio. E essa idade é uma delícia também, em tudo! Aproveite. Beijos.

Tchella disse...

Lia querida, lembra que há um tempinho atrás, eu vim aqui chorar as pitangas no teu ombro porque como vc venho me preparando e td q mais queria era um parto normal e o guri tava sentado??

ele virou! ele virouuuu!!! ele vi-rou!!!! \o/ tá tu tá me achando uma boba, neam entao vou parar (sorrisinho contido tentando se abrir novamente)

haha feliz feliz
conto mais sobre isso aki: http://teacupncake.blogspot.com/2010/07/aaaaahhhhh-felicidade.html

beijos :)
ah e como sempre e nao poderia deixar de ser: emilia tá gatona! :D

Joci disse...

Que delícia!!! Coisa boa poder aproveitar bem os passeios com os bebês né!?

Nós também viajamos com a Elena e nunca tivemos problema, é bom que eles se acostumam assim, sem muitas frescuras... e eles aproveitam bastante...

beijocas na Emília!

Grazi disse...

Querida Lia, essa Emília é uma figura, mto legal a historia dela com a maça, hihih.

bjus, vc é uma otima mae

Micheli disse...

Férias em família é tudo de bom. E ver a carinha de alegria da criança descobrindo o mundo, então, nem se fala!
Ah, eu já viajei muito com a Clara. Nesses casos (como vc disse que ela ficou sem almoço), eu dava a papinha da Nestlé mesmo sem esquentar. Na verdade ela até acostumou a comer assim nas viagens, sem esquentar. Pq agora vc até pula uma refeição, mas qdo ela tiver acostumado a comer, na hora do almoço ou janta vc vai ver que ela vai chiar. A minha começava a reclamar de fome em qquer lugar qdo dava o seu horário, e eu sacava as papinhas da bolsa na hora. Eu tb fazia e congelava as minhas e levava para dar nos lugares que podia esquentar. Agora que ela come comida normal, nunca mais quis saber de papinha Nestlé! rs.
Beijos.
Mi e Clarinha
http://tagarelicesepensamentos.blogspot.com

Lu disse...

Adorei as risadas da Emilia, e a foto do maiô retrô, lindinha... (como diria a Cléo, rs!)
Eu adoro viajar e passear, se pudesse só faria isso na vida. E levar essas pequenas gostosuras para desbravar o mundo não tem recompensa melhor.
Bjs
Lu

Neda disse...

Férias em família! Eu adoro!
Viajar com Guilherme é uma aventura e ir descobrindo as coisas com ele é ainda melhor.
Bjs

Renata disse...

A foto dos pezinhos está lindíssima e a gatinha de maiô está um arraso!
Nas férias tudo bem deixar um pouco a rotina de lado, né? Pular um almocinho não é nada demais (oi, seu pediatra da Emília...não me mate tb! rs!).
Eu sempre achei prático viajar (ou fazer qq coisa) com bebê que mama no peito porque não dá medo de ficar presa no trânsito, no elevador, no quarto ou em qq lugar, já que sempre tem "comida" à disposição!
beijocas

Nutrição e Cia disse...

Chique no urtimo armoçar com selebridades.......
Já quanto a essa gostosa de pernas grossas que fotos lindas, da vontade de morder esse pé bisnaguinha........Linda amei.....Bjs

Roberta Lippi disse...

Que delícia, Lia... Eu também viajei bastante com a Luísa, desde que ela era bem pequena, e sentia que ela evoluía muito a cada viagem. Sempre voltava mais esperta e fazendo coisas novas.
Nada melhor que sair da rotina de vez em quando.
Beijo grande (ela tá uma gostosa!!!!)
PS. Ah, também tenho um episódio engraçado com o Celulari. Uma vez também estávamos numa mesma pousada e, na hora do almoço, ele estava ao meu lado no buffet. Depois que ele se serviu, ele olhou pra mim e perguntou: "Você quer carne?"
Eu até hoje brinco com o meu marido que o Celulari deu em cima de mim na pousada. Virou piada aqui em casa a história do "quer carne?"
PS 2: Pior é que o cara é um charme, nénão? rsrsrs

LiLix disse...

Quem foi q comprou esse maiôzinho mais lindo hein emilia? quem foi??quem foi??
um aperto nesse seu buxinho lindo da titia!

Avassaladora disse...

Hehehe... adorei as férias dela! E me diga, qual é essa cachoeira em Piri que dá pra ir com crianças sem ter que escalar morros e pedras???

Maura disse...

Que experiência maravilhosa! Ótimas as dicas da part 1.
Abraços, Maura

Marina Fiuza disse...

Eu tava bem lendo a Cleo Pires babando pela Emília quando vc me mandou o comentário. =)
Ai menina, força aí. Não é nada fácil. Aliás, it's much worse than it sounds like. Mas vá firme. Não mata (mas quase). A gente dá conta do recado.

Cíntia Anira disse...

Lia, estou aqui rindo com a risada da Emilia. Maravilhoso esse passeio menina! Seu post deu uma super incentivada para tentarmos sair de casa com nossa bebê também. Ainda sinto-me insegura, mas sua viagem é um estimulante para tentarmos! Beijão!

Fabi disse...

Tudo de bom este passeio hein?
Emília de roupticha de banho tá um luxo e aqueles pezinhos na areia então? Gostosura pura!

Menina, eu tõ impressionada como ela tá grande! E super durinha em pé, que linda!
Meu gordinho ainda fica cambaleando quando seguramos ele em pé só por um bracinho!
Bjocas

Letícia Volponi disse...

Ai, Lia, o bom mesmo de sair da rotina e sair sem culpa, como você. A Laura também só comia papinha Nestlé em emergências e, por isso mesmo, nunca esquentei os potinhos. Dava em temperatura ambiente e ela nunca se importou.

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.