segunda-feira, 3 de maio de 2010

Peladona do sexto andar

Essencial para a maternidade e a paternidade é... criatividade. Quando seu filho está alimentado, descansado e aparentemente sem dor, mas mesmo assim insiste naquele chorinho irritado – que tende a ir crescendo se você não tomar providências –, a gente tem de usar a imaginação.

Recentemente descobrimos algumas coisas que acalmam Emília nessa fase de desenvolvimento. Primeiro, chocalho. Tchuc, tchuc, tchuc, e ela pode até chegar a rir. Mas nenhum cristão consegue ficar chacoalhando o brinquedo pra sempre. Alguém conhece um chocalho auto-chacoalhável?

Depois, barulho de água. O mais prático é ligar a torneira. Muitas vezes ela para de chorar e até dorme. O problema é o desperdício de água, daí pensei em comprar uma daquelas fontes zóing zóing.

Às vezes a água não funciona, normalmente quando o choro está muito alto e ela não consegue parar pra escutar. Aí a gente tenta o espelho. Ela se emociona com tanta beleza e vai se acalmando.

E ultimamente, nos fins de tarde mais turbulentos, a gente tenta o momento peladona. Porque às vezes ela se acalma com a água e o espelho, mas é só tirá-la do banheiro pra ela voltar a reclamar. Quando está recém-mamada, não dá pra dar banho (o banho é tiro e queda pra acalmar).

Aí eu tiro roupa e fralda e a coloco sobre um colchonete desses de fazer abdominal, forradinho com uma fralda ou um cueiro. Ela tem muitas roupinhas lindas, mas nada mais lindo do que aquele corpinho nu, perninhas pra lá, perninhas pra cá. Aí ficamos nós três, conversando, fazendo massagem e enrolando até o leitinho assentar pra podermos dar o banho.

“Estou apaixonado, apaixonado estou
Pela dona do primeiro andar
Pela dona do primeiro andar
Peladona... do primeiro andar.”
(A dona do primeiro andar, Originais do Samba)

10 comentários:

Fabi disse...

Nós (pai e mãe) e o Gustavo nos identificamos total com este post.
Irritação sem motivo aparente é difícil mesmo!
E haja criatividade. O chocalho é bom mesmo, só que eu acho que o barulho inicial é que ajuda, depois de uns 2 minutos, irrita mais do acalma.
Banho, o Gu gostava... de uns tempos pra cá é uma reclamação só. Ele ganhou um Cebolinha estes dias, mas acho que deveria ter ganho era um Cascão, ia se identificar mais...rsrsrs
O espelho e um vidro transparente é quase a mesma coisa pra ele... não acha graça. Agora o tal de ficar pelado, é o que há! Ele a d o r a! É quase um indiozinho!

Gabriela disse...

Oi, Lia!
Adoro seus textos e sua criatividade para se comunicar com sua bebê!
Quando eu era criança ria muuuito quando minha mãe cantava essa música!
Beijoca

Kelly Resende disse...

Oi Lia, a Clara até que curte andar de carro, mas não por tanto tempo né.
Ela também se acalma com o barulho de chuveiro, as vezes no meio de uma crise daquelas de choro eu entro no banheiro, ligo o chuveiro e ela para na hora, fica até molinha.
Vc vai no Cinematerna amanhã? Ainda não decidi se vou.
Abraços

Roberta disse...

Gostosona peladona... Lendo essas coisas me dá uma saudade... e o gostoso é saber que logo vou passar de novo por isso tudo também.
beijos

Marina disse...

Lia, põe criatividade nisso! A Bia ama ver a obra da frente, quando ela está super confortável, alimentada, frlada seca e tudo mais e não pára de chorar, eu levo ela pr avaranda! Ela dá um monte de risada pra obra...
Vaio entender! hahahaha

Luíza Diener disse...

uhul! viva a peladona!!!

Christina Frenzel disse...

Lia, gostosona peladona é ótimo rssss
Eu lembro de um brinquedo da Ciça bebezona, um elefante de pano que ficava pendurado no berço e ela passava HORAS rindo pro bicho, até o dia em que tiramos para lavar e não havia nada que a distraísse. Quando digo nada, é NADA mesmo... Cheguei a correr no xópis, comprar um móblie, mas não adiantou, enquanto o elefante não voltou, não tivemos sossego rssss
Beijocas,
Chris

piscardeolhos disse...

compra a fonte zóing zóing e deixa ela peladona, quietinha, meditando...dali pro tibet é um pulinho, cê vai ver.

Letícia Volponi disse...

ai, criança pelada é tudo de bom e vc tá de parabéns pela criatividade e jogo de cintura.

Lua Ugalde disse...

Estou passando por isso hj com o Heitor. Ele ficou estressado com a saída que demos pela manhã e agora tarde danou a chorar sem motivos...
Normalmente o que acalma meu pequeno(com apenas 23 dias de nascido) é o colinho da avó. Não sei o que tem no colo da minha mãe/bruxa, mas é um calmante melhor que qualquer Diazepam. É só chegar no colinho dela que o Heitor vai se acalmando até dormir tranquilamente!!
Quero ver depois, terei que levar minha mãe comigo para onde formos...será que vou encontrar um modelo de bolso?!
P.s: è incrível como eles se acalmam com o toque no corpinho pelado né?! O heitor ama mamar sem roupa, depois do banho...
bjoss

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.