quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Sono

Quem foi que disse que os bebês vão dormindo cada vez melhor à noite?

Emília recém-nascida dormia a noite toda. De 21h às 6h. Eu tinha de tirá-la do berço pra amamentar após 6h de jejum (hoje não faria isso), porque disseram no hospital que tinhaque. Pois bem.

Ali pelos 3 meses e meio, ela começou a acordar de madrugada. Até duas vezes eu achava normal. Mas de quando em quando as acordadas chegavam a 4, 5 vezes, até que fui perdendo a conta. Às vezes dava uma melhorada, e ela passava uma semana acordando só uma ou duas vezes. Depois voltava tudo ao levanta-levanta.

Consulta Dr. Pediatra especialista em sono, é dente?, é fome?, é pesadelo?, introduz alimentos pra ver se adianta. Melhora, piora, dorme, não dorme.

Toda consulta ele pergunta se ela está dormindo bem. Ela deve estar, porque acorda toda sorridente. Nós, por outro lado...

Ultimamente ainda teve as doenças, mais dentes e a ansiedade de separação, e pela primeira vez sucumbimos à cama compartilhada. Tudo isso aí que eu falei nos últimos posts.

E venho eu aqui buscar uma solução? Não, de jeito nenhum. Acho que a única solução é esperar, porque todas as possíveis causas pro dorme-acorda de Emília são meio que irremediáveis:

1 – Rotina:

Tem rotina mais rotineira que a da creche? E se a gente tem deixado as coisas rolarem meio que naturalmente, à noite é sempre aquela mesma coisa, banho, massagem (quando ela quer), peito. E desde que ela nasceu, deixamos a casa na penumbra no fim do dia e só fazemos brincadeiras suaves, nada muito estimulante. Logo, suponho que a culpa não é da rotina, ou da falta dela.

Quanto aos horários, só coloco Emília pra dormir se ela está com sono. Inútil estabelecer um horário pra começar o ritual do sono pra depois de mamar ela passar 2h rindo da minha cara. Deveras desgastante.

Desde que ela entrou na creche, costuma ficar irritadíssima de sono lá pelas 19h. Nós até acostumamos a dormir assim cedão com ela. Daí essa semana ela me apronta de ficar acesa até 21h30. Quando é assim, a gente não insiste em fazê-la dormir (embalar, cantar), porque é protesto na certa. Ficamos brincando deitados no escurinho até ela pedir a mamada fatal. No outro dia ela acorda invariavelmente às 6h30 (exceto fins de semana, quando ela chegou a esticar até 8h. É possível que essa criaturinha já saiba quando é sábado?!?!).

2 – Dentes:

É, podem ser os dentes. Mas aí é esperar nascerem os sisos, né? Porque vem um atrás do outro, sem tréguas... (A Beta sugeriu o Nene Dent, estou cogitando...)

3 – Ansiedade de separação:

Idem, é esperar passar.

4 – Fome:

Se os pratões de feijão que ela bate na creche mais as 5 mamadas que ela toma de manhã e à tarde não forem suficientes pra alimentá-la, só me resta passar a madrugada com ela grudada no peito. Nada a fazer, apenas esperar.

Então estou eu aqui, esperando.

Vira e mexe alguém que diz que eu fiquei mais bonita depois que virei mãe. Gentes, isso aqui é maquiagem, ó, pra esconder as olheiras.

29 comentários:

Carol Passuello disse...

Oi Lia,

Te entendo perfeitamente. Tenho gêmeos com quase 7 meses que com 3 dormiam toda a noite ou acordavam 1 vez para mamar. Agora eles acordam pelo menos 2 vezes na noite e despertam pontualmente 06hs, independente se é final de semana.
Mas sempre repito nosso mantra: vai passar, vai passar.
Bjs

Tathyana disse...

Ah Liaaaa, eu na minha humilde opinião, penso que isso tem haver com o fato do tempo de vc juntos a ela tenha diminuido e ela sabe disso. Então acorda na madruga ou demaora mais pra pegar no sono porque quer ficar acordada com papai e mamãe. Aos poucos ela vai assimilando a nova rotina, as mudanças que aconteceram e o sono volta a regular. Sobre dentes eu dava pra Alice Camomilina C. São cápsulas que vc tira o conteúdo (um pózinho sem gosto)e coloca no suco ou água dela. Foi a única coisa que funcionou. E não tem açúcar. Conversa com Dr. Pedi sobre isso. O telefone que vc me pediu mando por e-mail. Beijosss na fofucha linda e outra na mamãe gata maquiada rsss.

Thais Paim disse...

Maquiagem foi ótimo Lia! Adoro ler o blog!!! Hahaha!

Martha disse...

É... to na mesma...
A diferença é que laís sempre dormiu tarde, já que nós sempre dormimos tarde.. então ñ dá para exigir muito.. mas a noite tem sido um problema..
Ela que dormia a noite inteira, tah no mesmo processo da Emilia... dia dorme bem, dia acorda 300 vezes...
Aí mamãe não aguenta! Já estou 3kg mais magra do q antes de engravidar! ai ai.. Fora a cara de panda! hehe
Vai passar... vai passar!
Bjs

Micheli disse...

Oi, Lia.
Não sei muito o que te falar a respeito do sono, porque na medida do possível a Clara sempre dormiu bem. tirando um pesadelo ou outro hoje em dia, o que mais a incomodava eram os dentes. Engraçado que eles só incomodavam à noite... Mas era romper a gengiva tudo normalizava. Então eram eles mesmo.
Tentei nenê dent, porém, ela odiava. E não resolvia. Até porque o efeito passa em poucos minutos e a pediatra falou que poderia anestesiar a garganta também, ao engolir, e aí a criança pode engasgar. E passar de 5 em 5 minutos não dá, né? Uma vez ela estava tão irritada, coçando sem parar, choramingando na igreja e uma outra mãe de bebê me indicou a camomilina C. Fiquei super desconfiada, porém, como o incômodo era demais (saíram oito dentes em um só mês, coitada, três em uma só semana), que fui até a farmácia. Olhei a caixa, vi que era indicado realmente para a primeira dentição do bb, sem contraindicação, ok, levei. Foi uma maravilha. Ajudou até com o sono (colocava o pó do comprimido dentro de um líquido para ela beber). Eu te diria que não custa tentar! Não vou te dizer que foi milagroso e que resolveu 100% das vezes, mas que ajudou muito, isso ajudou.
Beijos.

Kah disse...

Não sei como é o sono por aí, mas vou falar pelo que li e como é aqui.

A Juh é para o sono assim como o camelo para a água, sabe?
Ela dorme super bem por um tempo, depois começa a escassez de sono. Parece que ela reserva.
Mas aí volta a estocar sono para mais tarde. E vivemos assim.

Quanto aos dentes, a pequena aqui só tem dois, né? Daí não sou expert no assunto. hahaha Mas quando sairam esses dois, uma grande aliada minha foi a cenoura. Como é docinha ela adorava (adora ainda), e aproveitava o embalo para coçava a gengiva. Mas isso não vai te ajudar a dormir melhor. hahaha
Beijos e boa noite de sono!

Paloma, a mãe disse...

Ou seja, tenho de aproveitar agora, que a Clarice dorme superbem (e a Ciça idem), porque tudo pode mudar a aqualquer momento, né? Falo assim, pois, apesar de ser mãe de segunda, é a primeira vez que amamento exclusivamente e sei que quem mama no peito tem ritmos de sono diferentes.
Acho que o que a Tathy falou faz sentido, pode ser uma ansiedade da separação noturna, já que ela já passa o dia longe de vc.
Beijos

Juliana disse...

Lia,
pelamordedeus não me fala isso! Tomás dorme a noite toda desde a maternidade e agora está com 3 meses e meio. Já ouvi vários casos de nenéns que começam a acordar aos 3 meses. Morro de medo, pq é tão bom dormir a noite toda. E ele é tão bonzinho que às 6 ele mama e depois eu coloco ele no carrinho e levo pro meu quarto e ele dorme de novo. Só resmunga de vez em quando, mas nada que uma chupeta ou um carinho na cabecinha não resolva. E aí nós dormimos até às 9.
Bjo.

Anne disse...

Oi Lia! Já falei no blog da Carol Garcia que hj devo ter feito alguma boa ação para a N.Sra. das Mães Descontroladas, porque as coincidências são muitas. É o terceiro post que leio hoje que me cai como uma luva! Joaquim dormia. Não dormne mais!! Dente, fome, manha, pesadelo o que? o que Dio Mio? Essa semana parei de dar o peito de madrugada, e estou sem dormir ha 4 dias, ninando meu pimpolho gostoso... Vou postar em breve sobre a experiência, depois me visite!
bjos, adorei seu blog
Anne
mammisuperduper.blogspot.com

Lu disse...

Oi Lia
Vc promete que se descobrir a solução para essas noites cansativas você me conta? Eu que vivia me gabando que a Mariana dormia 12 horas seguidas me vejo agora levantando 5, 6 ou mais vezes TODAS as noites e aqui em casa o galo canta todo dia as 6 da matina.
Acho que talvez não seja caso da Emilia ter ansiedade da separação, porque a Mariana está assim tb e nunca desgruda de mim.
Espero que o mantra das mães, "vai passar" se realize porque estou um caco.
Bjs
Lu

Renata disse...

Ai Lia, o jeito é ter paciência mesmo. Aqui em casa foi igualzinho, só piorava com o tempo...umas fases melhores, outras piores. O André só passou a dormir a noite toda com 15 meses, mas ainda hoje acorda quando tem qualquer incômodo (dente, fome, gripe, etc...)
Força aí que uma hora melhora!
beijos

Val disse...

Oi Lia,
Tb já passei por isso, e o remédio foi um só: paciência! saber que ser mãe, implica em dias maravilhosos e noites nem tanto.
Sobre o Nenedent, a ped de arthur falou que ele resolve, mas que endurece a gengiva, o que dificulta mais. então, usei o camomilina C, e Arthur não teve problemas grandes com os dentes, principalmente a diarréia. Essa nunca deu as caras na vidinha do meu pequeno. Eu tb comprei um mordedor com água e deixava um pouco na geladeira, e dava pra ele brincar. O frio do mordedor dava uma boa aliviada na boquinha dele.
Bjos pra essa guria!

Barbara disse...

Bom, por aqui Jonas dormia super bem ate chegar na tal "regressao de sono/estirao de crescimento" dos 4 meses. Voltou a acordar varias vezes a noite para mamar. Agora, aos 5 meses, acorda de vez em quando. Resolvi usar o "caminho de menor resistencia": colocar ele na cama comigo, assim ele quase nao acorda mais - so para mamar mesmo, e ai eu amamento deitada (tem funcionado bem pelas ultimas 3 noites)
EMas eh que e sou preguicosa demais para colocar ele no outro quarto e ficar levantando a noite toda... :)
Ah sim, e os dentes ainda nao apareceram...

Barbara - www.baxt.net/blog

Beta, a mãe disse...

Ai Lia, ter um bebê em casa é um aprendizado constante. São sempre fases e enquanto elas não vão embora, a gente quase enlouquece no processo. E sempre que a gente tenta mudar alguma coisa, nunca sai conforme o planejado. Essa coisa de sono sempre vai dar trabalho em maior ou menor grau. Tem semanas que a Bia dorme feito uma pedra, em outras ela acorda 20 vezes. Não tem padrão nenhum. Ainda bem que Emilia já se tocou do sábado, porque por aqui é SEMPRE 7 da manhã, sábados, domingos e feriados. Unica excessão é o Leo, que santo, dorme até as 9 todo dia. Isso é coisa de bebê e sei que vai mudar quando ele crescer um pouco mais. Beijos

Nutrição e Cia disse...

Oi Lia to meio sumida, pois estou abarrotada de mil coisas pra fazer e as vz não tenho tempo de ir em todo mundo. Bom querida urso panda como algumas amigas blogueiras andaram usando de termo pra definir como andam, é minha pessoa.
Mas fazer o que né?!
A M.C tem até hoje noites que acorda chorando pedindo colo, é mole!
Acho que crescer todos os dias deve deixar a cabecinha deles muito ativas.

piscardeolhos disse...

é assim mesmo, querida.
creche = doencinhas + afastamento dos pais = noites insones.
noah dormia bem até entrar na escolinha, vai por mim.
e daqui a pouco ela começa a andar e pode ser que treine durante a noite (parece que é assm que o tal cérebro funciona).
enfim, idade complicada, faz parte.
pra te animar, digo que hoje ele vai das 8 (impreterivelmente a hora de ir pra cama aqui em casa) até as 6...mama e dorme de nove até as 7.
comecei a colocá-lo pra dormir as 8 aos 6 meses de idade, seguindo técnicas de minha sogra francesa :)
beijo e paciência.

Carol Garcia disse...

O sono das crianças é uma surpresa.
e traiçoeiro tbm, já que quando acha que tá tudo lindo, filhote de olhos fechados boa parte da noite aí é que as crises começam e a cria começa a achar bacana horário baladeiro.
isaac nunca dormiu beeeeeem, noites inteiras são raras. muito.
e eu fico me perguntando "o que fiz, meu deus?!?!"
culpa de mãe é uma merda.
mas segundo pediatra, homeopata e todos os atas, é fase, é pesadelo, é alimentação, é escuro, é claro, é atividade, é estímulo, é salto de desenvolvimento. e dá-lhe informação pra alimentar cada vez mais essa culpa toda.
vamos tentando, e esperando...

bjo bjo

Nathi disse...

Xiiiiiii!
Tb tô numa de esperar... Tenho uma mocinha de 2 anos e meio que resolveu 'badalar' pelas madrugadas.

Paciência e muito amor consolam, né? E maquiagem tb rsrsrsrsrsr

Beijos***

Fernanda disse...

Lia, se vc descobrir a fórmula da noite tranquila faz um post contando pra gente! Paciência para todas nós!

Daniela Lopez Garcia disse...

Oi Lia!!
O sono da Maria Flor de uma maneira geral é bom, mas morro de medo dos dentes e todos os outros motivos que tiram o soninho dos nossos bebês, pois ela ainda é muito nova... mas amei o novo pediatra dela pois o mais importante para ele é o sono e ele me ajudou muito com isso. Ontem fiz um post sobre o sono dela, passa lá para ler as dicas que esse pedi ótimo me deu!!
Acredito que temos que ensinar nossos filhos a dormir, como comer, tomar banho... e o que tenho feito com ela tem dado certo, algumas noites melhores que outras mas em geral todas muito boas.
Boa sorte e pacência!!! Vai passar... vai passar!!!
Bjks!!
Dan.

Ju disse...

2 membras

Ana disse...

A Roberta tá certa.
Entrou na creche bagunça tudo.
Dia cheio de novidades, disputa pelo espaço, pelo brinquedo,estimulos, estimulos e saudades.
Por mais que tenha horarios rigidos, rotinas na creches, está longe de ser o sossego do seu lar.
Então é esperar adaptar.
Quando começar a andar poderá começar tudo de novo. Cansaço fisico.
Vai gastar ainda muitos corretivos. Rs
Beijos

moderninha ultrapassada disse...

Oi Lia!
Te acompanho há algum tempo, desde minha gravidez, mas nunca comentei. Gosto muito do seu blog e temos muito em comum, mas depois aprofundo esse assunto.

Com meu filhote, desde o dia que chegamos da maternidade temos a mesma rotina na hora de dormir. Eu MORRIA de medo dele trocar o dia pela noite ou de acordar milhões de vezes, então desde seu primeiro dia em casa, entrava com ele no quarto às 18h, mamava (nessa época eram 40 minutos, hoje são só 10) e ele depois capotava. Hoje ele tem 4 meses e meio e tem a horinha de dormir bem certa. Às 18h30 toma banho e por volta das 19h já está dormindo. Quando ele não fica sonolento ainda no peito, vai pro berço acordadão, eu apago a luz e em minutos ele dorme sozinho! Poréééém, ainda acorda 2 ou 3 vezes por noite para mamar... e desperta lépido e fagueiro às 5h30 da madrugada. Eu até já tentei atrasar um pouco a hora de dormir, pra ver se ele ia até mais tarde um pouco mas não adiantou, não consigo segurar ele acordado depois das 19h. Aí relaxei, no dia que ele quiser dormir mais tarde, vai ele mesmo alterar a rotininha. Para mim, essa hora é perfeita, porque consigo trabalhar depois que ele capota e ainda durmo cedo!

Beijos,
Malu Allen

Desconectada disse...

Lia,
Eles dormem a noite inteira, sim, depois dos cinco anos!!! Até lá se segura na maquiagem, no bom humor e no fato de que sua pequena está crescendo. Isso mesmo. Lembro de ter feito uma matéria sobre crescimento/desenvolvimento e conversei com um pediatra americano sobre a mudança no padrão de sono dos bebês no primeiro ano de vida (justamente porque Samu, que dormia feito anjo, a partir dos 7/8 meses, passou a acordar muito, muito à noite). Ele contou que a partir dessa fase tem a história da angústia da separação, rotina nova (creche) e a agitação de querer engatinhar/ficar em pé e até andar. Uai, o que uma coisa tem a ver com outra, né? Aparentemente, nada. Mas ele explicou que o crescimento vai mudando tudinho dentro do corpinho, cerebro e células e daí para afetar o sono é um pulinho. Bem, resumo da ópera-drama: Samu foi assim de sono picado dos 8 meses até quase 4 anos. E piorou horrores quando o irmão nasceu, mas aí eram outros fatores envolvidos. Então, mão gata maquiada sinta-se feliz porque Florzinha cresce!]
beijos
Patricia

Thaís Rosa disse...

força na peruca e na maquiagem, porque cada fase tem seus motivos pra tirar o (nosso) sono. Caio dormia super bem qdo bebê, e a pediatra profetizou: toda criança em algum momento dá trabalho pra dormir. Foi bom ela me preparar, porque vivia aquela ilusão de "meu filho não dá trabalho à noite". Sobre os dentes, a pedi do Caio receitou um gelzinho homeopático de malva e calêndula (se não me engano), que era tiro e queda, caio amava e aliviava demais.

Juliana disse...

Oi Lia,

estou fazendo progressos como blogueira. Aprendi a fazer lista de blogs e te linkei.

Bjos.

veroca disse...

Oi Lia, tava pesquisando umas coisas na net e achei seu blog, muito fofo ele. Li seu realto sobre o sono de seu bebê, sou mãe de um menino q fez 1 ano me 19/set. Bem ele sempre dormiu bem até agora continua c o mesmo padrão de sono tira 2 chochilos durante o dia e dorme a noite toda. Dei mama de madrugada ate os 4 meses depois disso minha peditra mandou suspender disse q ele não precisava mais mamar de madrugada e se eu não tirasse agora ele ia ficar até mais tarde acordando p mamar.
E duro perder noite mais deve ser apenas uma fase tente estabelecer sempre os mesmos horarios de sono p ele, criança gosta de rotina, ou tire o cochilo da tarde, o meu qdo não dorme de tarde 5 h da tarde dorme e só acorda no outro dia.
Eu uso Camomilina C p os dentes inclusive ta nascendo os caninos dele, se eu sentir q ele ta coçando muito passo Nenem dent, não faz mal nenhum já existe a muitos anos no mercado acho q todas nos já usamos, eu uso sem medo. Meu bebe é super saudavel nunca ficou doente, sigo o conselho de meu pediatra mais principalmente conselhos de outras mãe e intuição. Beijos, Vera

Mari Rocha disse...

Lia,
li todos os comentários acima. Ninguém escreveu o que eu tenho pra te dizer, o que pode não ser um bom sinal... mas te digo uma coisa: no dia em que você não aguentar mais, ou no dia em que você não tiver outra alternativa porque precisa voltar a dormir a noite toda por algum motivo, bom, se esse dia chegar, tomara que não, passa lá no meu blog e entra no marcador "sono". Contei toda a minha experiência com o nana nenê, método que já funcionou com várias pessoas que conheço. Não vou defendê-lo aqui, porque fico intimidada com possíveis julgamentos... sério! mas, enfim, não deixa de ser uma dica.
Beijo e boa sorte!

Mari Rocha disse...

Oi Lia,
Super concordo com você. Desde que com amor, todos as linhas de cuidar são boas. Mas te digo que é inevitável não me sentir uma mãe "viajando" quando assumo - na blogosfera materna(fora dela é mais normal) - que apliquei o nana nenê. Acho que isso se deve, em parte, ao desconhecimento que as pessoas têm sobre o livro... "é aquele que manda deixar a criança chorando" resume equivocadamente a proposta. Mas não pretendo doutrinar ninguém. Até os oito meses da minha filha peguei-a no colo em todos os momentos de choro... até que a realidade impôs um impeditivo prático às noites mal dormidas... então busquei o livro, indicado, inclusive, pela minha doula e por um pediatra antroposófico. A aplicação do método foi tão rápida, fácil e positiva (sobretudo e principalmente pra ela) que recomendo o livro de coração e com responsabilidade. Vou procurar esse outro livro que você mencionou. Porque considero importante ler de tudo e tirar nossas próprias conclusões... porque, no fundo, os livros ajudam, mas somos nós, as mães, que tomamos as decisões, não é? beijos em você e na sua pequena Emília (que é muito fofa! adoro essa foto do macacão com bolinhas)

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.