quinta-feira, 1 de abril de 2010

Primeira viagem - update

Pessoal, obrigada pelos comentários! Vocês fizeram um excelente trabalho me deixando ainda mais desorientada... hehe.

São muitas opiniões divergentes, então no fim das contas eu mesma tive de decidir quanto à bagagem. Vai tudo. Ai jesuis.

Vamos aos motivos:

1) Por que levar o carrinho?

A sugestão da de deixar a Emília no bebê conforto durante o dia e dispensar o carrinho me pareceu muito esperta. Porém contudo todavia, imagino que o carrinho vai ser muito útil no aeroporto, pra ajudar no carregamento da tralha. O bebê conforto (que pesa 5k) pode ficar encaixado nele até despacharmos um dos dois. Vou tentar levar o carrinho até o avião, mas não sei se vão deixar porque ele pesa um pouco a mais que o permitido. Vamos ver o que consegue o charme de Emília.

Além disso, o carrinho é melhor pra ela ficar durante o dia porque dá facilmente pra gente circular pela casa. Algumas vezes que visitei minha mãe, não levei o carrinho e me arrependi. O bebê conforto é muito pesado, ainda mais com ela dentro, pra ficar levando de um cômodo pro outro. E, finalmente, ele não é tão confortável quanto o carrinho - que tem 4 níveis de inclinação.

2) Por que levar o bebê conforto?

Porque ela vai andar de carro, e eu sou mega caxias com esse negócio de segurança no trânsito. Uso cinto atrás, pá e tal. Além do mais, o aeroporto de BH é longe pacas (você já vê pelo nome: Aeroporto de Confins), auto estrada e tals. Filhotinha de mamãe só vai se for presinha no bebê conforto.

3) Por que levar o berço?

No fim das contas, esse é realmente o item mais trambolhento e mais dispensável. Se a gente fosse ficar mais tempo, uma semana, eu não teria dúvidas em levá-lo. Mas, como algumas pessoas argumentaram, são só dois dias. Eu acho que ela dormiria bem no carrinho. Acho que dormiria melhor ainda num colchãozinho no chão. Massss...

O berço não é tão pesado, não é tão grande, e não estamos nem perto de levar excesso de bagagem. Além do mais, ele é super legal, balança, tem mosquiteiro, mamãe comprou pra nós, então vamos estrear. Uma hora ou outra a gente vai ter de viajar com ele mesmo, então essa fica como teste.


Sobre alugar as coisas, como sugeriram a Tathy e a Carol, minha sogra até se ofereceu pra fazer isso pra nós. Mas, sei lá, não sei se compensa. Imaginei que seria muito caro proporcionalmente e também não quis dar trabalho pra ela. Eles parece que fazem uns pacotes e você acaba tendo de levar junto muita coisa inútil, tipo banheira que eu nunca usei. Fora que aposto que o meu carrinho é MUITO mais legal.

Então, resolvido o maxi-problema, deixo aqui a minha lista de outros itens caso alguém queira se inspirar (verdade, , essa lista é uma coisa bem minha. Nunca nos vimos e você me conhece tão bem...):

Mala:
- shampoo e sabonete;
- hidratante pra massagem (amostra grátis, ô coisa prática!);
- 2 travesseirinhos pras laterais do berço (o segura bebê tá pequeno);
- babá eletrônica (ela vai dormir com a gente, mas com a babá ela pode cochilar sozinha de dia com a porta fechada);
- brinquedos;
- milhões de roupas e meias;
- milhões de fraldas e panos de boca;
- um cueiro e uma manta;
- cotonetes;
- escova de cabelo);
- gaze;
- termômetro;
- diário das mamadas (coisa mais Lia, né, Rô?).

Bagagem de mão:
- lenços humedecidos;
- fraldas descartáveis;
- 1 muda de roupa;
- fraldas e panos de boca;
- sling;
- trocador portátil;
- um brinquedo.

Ficaram de fora: toalha fralda pro banho (minha sogra comprou) e tesoura de unha (ela vai de unha curtinha).

Apesar desses itens grandes e pesados, a grande vantagem da bagagem do bebê é que você pode levar o guarda-roupa inteiro que fica o volume de uma calça jeans. Nossa mala vai ser pequenininha.

E as mães mais experientes já devem conhecer essa história: você leva tudo pra eles e quase nada pra você. Dispensei sapatos e tênis; vai só uma sapatilha no pé, pau pra toda obra, e um par de havaianas.

E lá vamos nós!

+++

Ah! E sobre a dor de ouvido! Acreditam que essa pessoa super organizada esqueceu de comentar da viagem com o Dr. Pediatra e, portanto, não tem a menor ideia do que fazer se o ouvido dela doer?? Nossa, lembro que minha irmã morria de berrar quando o avião pousava. A Roberta sugeriu colocar ela no peito. Mais alguma orientação?

15 comentários:

Micheli disse...

Criança que chupa chupeta, da-se a chupeta. A única vez que a minha viajou de avião, não chupava, mas consegui (nem sei como), colocar na boca dela nessa hora. No seu caso, também sugiro colocar no peito, sim.

Pri disse...

Oi Lia, sempre passo por aqui mas nunca comentei... viajei com meu mais velho de avião pela primeira vez quando ele tinha 2 meses e a orientação é essa mesmo: na decolagem e no pouso, a criança precisa sugar, se não for a chupeta, pode ser o peito!
Beijos e boa viagem!!!!!!!!

Anna disse...

Lia,

A orientação pro avião é essa mesma: peitão enquanto estiver subindo e descendo.

Eles ficam ótimos, não se preocupe!

beijos, boa viagem e boa Páscoa!

Tathyana disse...

Well, vc vai levar uma senhora bagagem mesmo. Quando aluguei o carrinho em BH não tinha nada de pacote não, e o preço sinceramente não me lembro se foi caro ou barato. E se foi caro, acabou saindo barato por ter me poupado carregar o trambolhão. Curtam-se!!! Bjs

Renata disse...

Pro ouvido é peito mesmo, na decolagem e no pouso. O André, apesar de quase nunca recusar o peito, aprontou essa comigo em um pouso...eu fiquei fazendo uma massagenzinha do lado de fora da orelhinha dele e funcionou! Sem dor e sem choro!
Boa sorte, querida! beijinhos e boa viagem!

pauladreger disse...

Eu levaria também alguns remédios que ela talvez já tenha tomado...como por exemplo Tylenol Bebê e Rinossoro, pois na hora que precisamos não estamos com eles (é claro!).
Boa viagem e Boa Páscoa!

Paloma, a mãe disse...

Lia, o carrinho vai até a porta do avião, não importa o peso. Chegando lá, vc o dobra e eles despacham num compartimento especial. Assim que vcs saírem, ele te será devolvido (talvez um pouco sujinho) e vc não precisará dar um passo com ela no colo, se não quiser.
Sobre a decolagem, ela é muito pequena e nem deve sentir. Se sentir, peito (ou chupeta, dedo e afins). E o avião, em voos nacionais, não ganha tanta altura, então tem que ser muuuito sensível.
Boa viagem!

Marina disse...

Querida, acredita que Bia só pegou o peito 1 vez no avião!
As outras ela estava dormindo e eu colocava o peito na boca dela e ela "me cospia"! hahahahahaha

Só um palpite, leva 2 mudas de roupa na mala de mão!
Eu levei 3 e Bia usou duas! Fez um baita cocô na segunda roupa (depois de ter golfado na priemria) e o que me salvou foi a terceira muda!
Sem contar que eu tenho trauma de perder bagagem e se eu perdesse a dela e tivesse com apenas 1 muda de roupa ia surtar!

Fabiola disse...

Oi Lia!!!
Menina! vc vem pra BH!!! nossa.. se Ana Luísa não estivesse tão gripada, marcaria pra te conhecer.. mas não quero expor a Emília a essa gripe dela... e eu tb estou gripada... então.. é melhor vc conhecer a "família virulenta" depois.. em outra ocasião.. além do mais... só são 2 dias e sei bem como a gente fica correndo de um lado pra outro para aproveitar todos da família...
Fui pra Ilhéus com Ana Luísa aos 11 meses... não levei o bebê conforto pq a gente só ia ficar por lá mesmo.. mas o carrinho foi a peça chave da viagem.. não tem quem aguente ficar com um pesinho desses nos braços o tempo todo.. e tb servia para ela cochilar... acho o berço importante sim, só não levei pq no hotel tinha.. e com relação ao avião, a pediatra dela falou que desse chupeta ou mamadeira... mas no caso nem precisou.. ela comportou-se super bem e foi tudo tranquilo!!!
Aproveite!! boa viagem!! e divirta-se!!! :)
Bjinhos!

Futura Mamãe disse...

Além do peito eu recomendaria você cobrir a orelhinha, cobre o rostinho com uma fralda de boca ou coisa assim, caso não quiser sugar (isso eu duvido, mas sempre pode acontecer), o paninho vai impedir qualquer corrente de ar no ouvidinho... eu digo porque sofro até hoje com dores de ouvido... 23 anos na cara e sofro com doença de criança.. hahaha!!

Uma boa viagem para vocês!!

Martha disse...

Oi Lia.. sempre estou por aki.. acompanho a um tempão e minha Laís nasceu um dia antes da Emilia, então temos muita coisa em comum..

A nossa primeira viagem foi de carro, qndo ela tinha um mes, e a mala foi quase toda dela. mas soh levei o carrinho e a caderinha, pq ela jah dormia a noite toda o carrinho então ñ me preocupei... de resto a bagagem foi mas ou menos isso mesmo.. as 3 bolsas cheias.. rs

Ah adorei isso de diário de mamadas.. tem alguns dias q to pensando em fazer isso (para me organizar) mas ainda ñ tinha passado de ideia...

Bjs e boa viagem!!!!

Rei disse...

Oi, sou Primo da Cintia do blog aquarela, ela pediu que avisasse sobre o nascimento da Beatriz, foi ontem a noite e elas estao bem.

Rei disse...

Oi, sou Primo da Cintia do blog aquarela, ela pediu que avisasse sobre o nascimento da Beatriz, foi ontem a noite e elas estao bem.

vemcaluisa disse...

Oi Lia, tudo bem? Cheguei ate aqui atraves do site da Ro, e esta nuito legal, parabens! Li rapidamente seu ultimo post sobre a viagem e queria dar uma dica sugerida pelo pediatra da Luisa, ou seja, antes de embarcar de para a Emilia umas 5 gotinhas de Tylenol infantil, numa colherinha misturado com agua, ajuda muito, alem de dar o peito, claro! Bom, espero que ajude e boa viagem! bjs, Andrea

Miss Pittig disse...

Nossa que mega bagagem!!!! Pra dois dias!!!! Imagine eu oque levei quando viajei para o Brasil com a Louise quando ela tinha 6 meses!!!Hahahaha...Depois verá que é muita coisa...bjs e que tenha tido uma ótima viagem!!!

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.