terça-feira, 13 de abril de 2010

Reflexões de uma lactante

Alguém mais tem a impressão de que seu filho às vezes pede pra mamar única e exclusivamente com o propósito de fazer cocô?

***

Às vezes eu acho que tenho o relógio nos peitos. Se acordo de madrugada, checo as mamas. Se estiverem duras, é que daqui a pouco vai ter chorinho no quarto ao lado. Se estiverem um pouco moles, significa que ainda terei umas boas horinhas de sono...

***

Atualmente a Emília está passando por um pico de crescimento, e anda mamando horrores. Ontem, passou ao todo mais de 3h no peito ao longo do dia. E por causa dessa história, acabei tomando um susto ontem à noite.

No fim da tarde, ela mamou em torno de meia hora no seio direito. Antes de dormir, ofereci o seio de novo e o Rafael repara: "você está repetindo o peito". E estava mesmo. Achei estranho, porque o seio direito realmente estava mais cheio. Até mostrei pra ele: "olha aqui, tá duro". Mas fiquei desconfiada, porque como o peito ia encher tão rápido depois de um mamadão desses?

Depois de uns 15 minutos, meu mamilo comecou a doer e passei a Emília pro esquerdo. E o peito direito continuava duro, só que só do lado de fora, em direcão à axila. Parecia um nódulo gigante, como se a glândula mamária tivesse se deslocado pra fora, ou como se houvesse um foco de empedramento. Desesperei. Ela mamava, mamava, mas aquele leite duro continuava lá. Como se algum duto estivesse entupido e ela não conseguisse sugar aquela parte, sei lá.

Fui dormir meio preocupada, mas decidi esperar o peito encher todo e ela mamar de novo pra ver o que acontecia. E o seio doeu muito à noite, tive até dificuldade pra dormir.

Hoje de manhã, gracas a Deus, a primeira mamada dela já deu uma boa amolecida no caroco. Acho que agora o peito já está normal, apesar de ainda estar doendo um pouco.

Enfim, nunca imaginei que ia ter um problema desses com três meses de amamentacão estabelecida. Suponho que, por causa do pico de crescimento e do aumento da demanda, minha producão aumentou e gerou esse nódulo temporário. Nunca tinha ouvido falar nisso, mas fica a minha história caso aconteca com mais alguém.

(desculpem a falta das cedilhas... tô no computador da minha irmã e não sei como faz).

9 comentários:

Anna disse...

Lia,

esses picos de crescimento nos pegam mesmo de surpresa. Eu tive rachadura nos seios quando meu filho estava com uns seis meses. Ele sugava com tanta força que acabou me machucando.

Acredita?

Mas o nódulo é sinal de muito leite vindo por aí. Bom é que você está atenta pra não deixar isso virar um problema.

Beijocas pra você e pra Marquesa

Cynthia Santos disse...

Lia, repare se ela realmente está mamando, ou so "chupeitando", pode ter acontecido isso. Eu só tive um pico de crescimento do Arthur que me chamou a atenção, ele estava com 30 dias, ficou quase 4 horas direto no peito mamando, foi uma loucura! E meus seios também me "acordavam" pra dar de mamar, era um barato! Acordava com eles cheios, e uns minutinhos depois, o príncipe chamava...eheheh a mãe natureza é fantástica, né?
Beijo grande!

Amanda Lima disse...

Lia, quando acontecer esse 'nodulo' de novo, tome um banho bem quente e fique massagenado embaixo d'agua(mesmo que doa um pouco)ate ele se dissolver. E deixe ela mamar bastante nesse peito, e esvaziá-lo sempre. Se ele não for esvaziado pode virar uma mastite.
E se acostume, pois ainda haverão muitos saltos do crescimento.

beijos

Juliana disse...

Oi Lia, tive esse nódulo nessa semana ainda e minha bebê já tem dois meses e meio. Pensei até que era mastite, mas como não tive febre não confirmou. No dia seguinte normalizou , mas no outro dia empedrou de novo, tipo, dia sim dia não. Agora está normal. Vamos ver como é que fica. Um abraço, Juliana

Marina disse...

Lia e Amanda,
li o comentário feito por vc (Amanda) e não pude deixar de lembrar o que a pediatra da Bia e uma instrutora neo-natal me falaram sobre banho de água quente pra "esvaziar" o peito. Na verdade, a água quente estimula a produão de mais leite ainda, por isso o leite sai e a gente tem a impressão de que está esvaziando. O lance é fazer compressa fria ou ducha fria.
Eu não tenho compreenssão "técnica" do assunto, mas foi o que aprendi!
Beijos nas duas!

Letícia Volponi disse...

Lia, eu passei por uam situação semelhante e a Laura já tinha quase cinco meses. Se você não fez isso, quando acontecer de novo, segure o seio com a mão oposta e massageie bem em cima do nódulo até sentir que ele está se desfazendo, mas não faça isso com água quente ou morna. Como a marina explicou, estimula ainda mais a produção de leite porque dilata os vasos da mama. Para ficar mais confortável e evitar que eles enrijecemd e novo, depois de soltar os nódulos, eu tirava um pouco do leite e guardava num copinho no freezer, já preparando um estoque para a hora de voltar ao trabalho. Isso me ajudou a mantê-la com amamentação exclusiva até o seis meses, mesmo tendo que trabalhar desde os três meses dela.

Lu disse...

Oi Lia
acabei de ver que vc cortou um pedacinho da Emilia. Eu sei, dói mais em vc do que nela (apesar de que a gente sabe bem como doi esses machucadinhos na unha).
Acho que a Mariana e a Emilia entram sempre juntas nas fases. A Mariana tb está num pico de crescimento. Não há leite que aguente. Como não tenho muito leite, ontem ela mamou 5 mamadeiras de 120 ml. Isso nunca tinha acontecido. Fora mais umas 6 vezes no peito. Parecia que tinha uma gigante no estomago consumindo o que ela bebia. Incrivel é que ela está gripadinha, o que seria natural que acontecesse o inverso e ela perdesse a fome. Mas vamos que vamos.
Bjs
Lu

Roberta disse...

Eu quase tive uma mastite justamente porque a pediatra da Luísa me mandou tomar banho com água quente. O peito ia ficando cada vez mais duro e, com isso, ela não conseguia mais mamar. Como as meninas acima falaram, a água quente estimula a produção do leite, e não o contrário. Duro é que só fui descobrir isso depois, quando quase morri com meu médico passando horas "ordenhando" meu peito pra desempedrar.
E uma coisa é a pura verdade: nossos peitos parecem que tem uma ligação por bluetooth com o bebê. Eles enchem exatamente na hora certa de mamar. Incrível isso que a natureza faz.
beijos

Lia disse...

Meninas, obrigada pelos comentários. Isso de que a água quente estimula a produção eu já sabia. Alou pessoa antenada que leu tudo e mais um pouco sobre amamentação durante a gravidez?!!

Mas foi bom saber que esse caroço pode aparecer mesmo depois que a amamentação foi estabelecida... e ele se foi! Florzinha também está voltando aos seus 10, 15minutos de mamada, apesar de ainda estar mamando com uma frequência um pouco maior. Mas se é pra crescer, que mame!

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.