quarta-feira, 14 de abril de 2010

Post relâmpago

Acabei de tirar um naco do dedo da minha filha cortando as unhas. E, com ele, foi-se um pedaço do meu coração.

Why, oh Lord?

16 comentários:

Marina disse...

Lia, guenta firme que em alguns dias o aperto no coração diminui consideravelmente, mas acho que não some nunca!
Eu tinha pavor de fazer isso, então a tarefa foi delegada a minha mãe. Até que um belo dia ela cortou o dedo da Bia!
Chorava filha, choramningava mãe e quase chorava vó!
Desde então eu corto, algumas vezes qd ela tá dormindo, o que facilita bastante a terefa!
beijocas

Dani disse...

Lia, não sei se serve de consolo, mas fiz igualzinho com a Nina e ela tinha menos de 1 mês! Morri amiga! Força aí! Beijo! Dani
Beijo no dedinho da florzinha!

Kelly Resende disse...

Nossa, coitadinha! Eu morro de medo de cortar as unhas da Clara, acredita que minha amiga teve que fazer isso por mim pq não tive coragem? rsss

Fabiana disse...

Meu marido machucou a Laura logo na primera cortada de unha. Tirou um cantinho, sangrava e ele morrendo de dó.
Hoje eu mesma corto e tb faço qdo ela está dormindo ou em transe por causa da mamada.

Journal de Béatrice disse...

Ai Lia... Quando a gente vira mãe ninguem fala de cortar as unhas do bebê... ô tarefa difiiiicil! Guenta ai, sei que a gente fica se culpando horrores, mas ja ja pasa, tanto pra vc qto pra Emilia : (

Fernanda disse...

Eu nunca cortei o dedo do Felipe, mas em compensação, belisquei a coxa dele prendendo o cinto do carrinho. Ele urrou e eu só falava "desculpa a mamãe, desculpa a mamãe...". Duro foi ouvir o pai a noite perguntando: "o que é esse roxo na perna dele". Rs.rs.

Jacke Gense disse...

Infelizmente essas coisas acontecem :(
Não se culpe... eu já fiz isso com meu pequenino :(
Pode acreditar, amanhã a babyzinha nem se lembrará..rs
bjs

Micheli disse...

Eu fiz isso com a Clara qdo ela tinha um mês de vida. Sangrou. Vou um sufoco só, eu chorava mais que ela. Estava sozinha, e ainda tinha de achar algo para fazer um curativo e parar o sangramento, um horror. Fiquei duas semanas sem conseguir cortar, depois tive de achar um jeito, pois essa tarefa é comigo até hj. Não cortei mais o dedo dela, mas hj a guerra é muiiito feia, pq ela não aceita que corte a unha nem dormindo...
Um bj!

piscardeolhos disse...

Não se sinta mal, querida. (e é possível isso?)
Primeiro é uma naquinho do dedo; depois vai ter um dia que vc não vai secar a água que caiu no chão imediatamente e ele vai escorregar e cair, meio que por sua culpa; daí um dia vc vai esquecer a porta do armário aberta e ele vai lá (eles são rápidos) e prende o dedinho. Por sua causa.
Melhor respirar fundo e se perdoar, gata.
Eles perdoam.
(e até casar passa, como diria minha mãe)
beijos!

Ana disse...

Lia doi mesmo, mais na gente do que neles.
Mas esses acidentes acontecem como disse a Roberta.
A gente vai aos poucos aprendendo a nos perdoar.
E eles logo depois do choro são capazes de abri um sorriso dizendo: "já passou mamãe, já passou..." Beijos

Fabi disse...

Pois é Lia, já perdi a paciência algumas vezes sim. O Gustavo já demonstra claramente seu temperamento... e o bichinho é bravo, viu!

Eu só corto a unha do Gu quando ele tá dormindo...aí não tem erro!
Bjocas

Cynthia Santos disse...

Que atire a primeira pedra quem nunca tirou um naco do dedo dos filhotes...eheheh
Como a Roberta disse, a Emília ainda vai escorregar na água (já aconteceu comigo), prender o dedo na gaveta, no armário, mchucar o pezinho na trava da porta do quarto...e por aí vai. Agora, quer saber deuma coisa que nunca vi?
Arthur agora inventou de bater a cabeça de propósito na porta da sala! A gente tem que tirá-lo na marra!
Relaxa, tudo passa...eheheh
Beijo grande!

Renata disse...

Primeiro que eu tenho certeza que não foi um naco, deve ter sido só uma pelinha...é que os dedinhos dos pequenos são sensíveis, né??
Eu fiz a mesma coisa quando o André tinha uns dois meses e me acabei de chorar. Acabei ficando com medinho de cortar a unha depois e virou tarefa do papai (continua sendo até hoje). E ele adora! Já disse que na mãozinha da Nana eu nem encosto! Eu adoro mais ainda, afinal, coisa chata que é cortar unha!!!
beijos

Vanessa Dias disse...

Amiga relaxa, isso acontece. Eu ja arranhei a perna do Pedro no bercinho. Na hora tb fiquei mal. Mas sobre o cortado, vc n usa tesourinha? Nunca cortei o Pedro, acho q é por conta dela, acho mais facil de cortar as unhas.

Bjssssss

Nanda disse...

Eh, só sendo mãe pra eu compreender esses sentimentos!
Beijos e não se culpe!

Martha. disse...

Aiii.. tadinha... das duas neh?!
Eu sempre tive medo dessa parte, nunca achei q fosse conseguir, mas cortei as unhas da Laís logo q chegamos da maternidade e foi be tranquilo. Agora corot sempre... mas soh com ela dormindo. As unhas dos pés q são o problema.. sempre q pego no dedinho ela acorda, então acabo cortando com ela acordada mesmo...

Blog Archive

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.