sexta-feira, 15 de abril de 2011

De novo eles... os nomes.

Quem me acompanha há muito tempo talvez se lembre do drama que foi pensar em um nome de menino para um bebê cujo sexo só descobrimos ali pelo 6º mês, e que felizmente acabou nascendo menina e ganhando o único nome a respeito do qual eu e o Rafael sempre estivemos de acordo: Emília. (Relembrando: aqui, aqui e aqui).

Eis que me vejo novamente embarrigada, e desta vez não vamos querer saber o sexo (já dava pra desconfiar por este texto aqui). E o único nome consenso já foi usado.

Me dá uma preguiça enorme procurar nomes bonitos para discutir com o Rafael porque ele não gosta de nada. Até o nome que ele mesmo tinha escolhido pro caso de ser um menino, o único que ele aceitava, começou a ficar em dúvida. Ó-meus-sais.

Pensei então em fazer uma mini-lista com dois ou três nomes legais de cada sexo, com ordem de preferência, e bater o martelo depois de ver a carinha do bebê. Mas, não: ele diz que pós-parto é muito perigoso pra escolher nome, que a gente fica alterado pelo momento, pela ocitocina, prolactina e tals, e que a gente tem de decidir antes.

Os critérios são os mesmos da outra vez: nomes brasileiros, cuja grafia não gere dúvidas (“com z ou com s?” “com h ou sem h?”), que não estejam na moda e, obviamente, que sejam bonitos. Se combinar com nossos sobrenomes, melhor ainda.

O problema não é a falta de nomes. Temos muitos nomes lindos na lista. Mas está difícil fechar (põe a culpa no marido!). Dia desses li numa lista de e-mails da qual eu participo a seguinte frase: “Nome de filho a gente não escolhe. Descobre.”

Vem, nominho, vem...

29 comentários:

Rafael Gazzola disse...

Hahaha. Só gostaria de dizer em minha defesa que eu não "comecei a ficar em dúvida" quanto ao nome que tinha escolhido, só disse que "rolou um estranhamento". :)

Roberta Lippi disse...

Menina, sabe que essa história de nome da moda é complicada. No segundo filho é até mais fácil saber quais são os nomes da moda, porque vc já sabe os nomes dos amiguinhos da escola. Lendo os blogs a gente também tem uma boa ideia disso. Mas quando eu escolhi o nome da Luísa eu não tinha a MÍNIMA ideia de que encontraríamos tantas Luísas pela frente. A Luísa da geração dela equivale às Danielas, Lucianas e Julianas da nossa geração. Todo lugar tem uma. Tadinha.
Mas eu e Luiz escolhemos antes mesmo de eu ficar grávida porque amamos a música do Tom Jobim, veja só.
Boa escolha pra vocês. Eu acho nome de menino bem mais difícil do que de mulher. Mas logo você recebe aí uma "luz" pra te ajudar a escolher.
Beijos

Clara Viegas Miranda disse...

Rali (mas podem achar que é com Y), Lira, Liel, Lifael...

Tathyana disse...

Lia, eu nunca conseguiria levar uma gravidez tranqüila sem saber o sexo do bb. Eu adorava a expectativa de descobrir durante a ecografia se seria menino ou menina. E nas duas gravidezes eu sonhei com meus filhos e tinha certeza que eram Alice e Rafael. E sobre a escolha do nome se um dia, por acaso (rsss) tivermos outro filho ele vai se chamar menino, se for homem, porque para o Fred não existe nenhuma possibilidade de outro nome a não ser Rafael.
Bjs

lucivânia disse...

Meu Deus, tive o mesmo problema, acho que escolher nome é canseira, é muita responsabilidade...porque não podemos chamar nossos fillhos de "bebês" até eles crescerem e escolherem os seus nomes? queria ter escolhido o meu!!!acho que comentei algo em meu blog sobre essa minha dificuldade.
Só sei que escolher nome é muito difícil!

meu blo não é 'tãotão' quanto o seu, mas se quiser fazer uma visitinha, estou iniciando minha vida de blogueira.

bjs e boa sorte com o nome de seu bebê!

Mariana - viciados em colo disse...

Lia,

minha prima acabou de passar pelo mesmo problema: todos os nomes que ela gostava, ele não gostava e vice-versa. a estratégia que ela adotou foi a seguinte:
- ela fez uma lista de dez nomes por ordem de preferência
- o marido fez o mesmo
- anotaram os nomes aleatoriamente e entregaram um para o outro
- eles vetariam os nomes que não aceitariam de jeito nenhum e marcavam os nomes que existiam nas duas listas.
- as listas eram destrocadas e os nomes ranqueados conforme a primeira versão da lista

sem saber o sexo vocês teriam que fazer duas listas!

e fala sério: vc não QUER saber o sexo?... ai eu não aguentaria de ansiedade. e vai deixar a momyesfera toda curiosa...

beijoca

Dani disse...

Lia, meu marido se embasou na última frase do seu texto pra "descobrir" o nome do nosso segundo!
Bateu o pé e eu que me rebolei pra acostumar com o nome depois. E quando ele nasceu, não o vi sendo chamado por nennhum outro nome que não fosse Otto!

Bjo

Fabiana disse...

Nossa... essa parte da vontade de "passar", né?! Acelerar o tempo pra depois que já decidimos. Eu penei com o marido também que queria Juan Júnior se fosse menino. Cruzes! O nome da Joana (ainda bem que veio outra menininha) foi a Júlia que escolheu... pai e mãe aprovaram e tá aí!
Boa sorte pra vcs!!

Ah!! Acho que eu não dava conta de 4 filhos não!rsrs

Fabiana
http://2-ao-quadrado.blogspot.com

Anne disse...

Adorei os critérios! Parecidos com os meus, mas eu achava que Joaquim era infinitamente mais exclusivo do que realmente é. Só descobri que é comum na blogsfera. Achei q ninguém ia ter coragem de botar no filho o nome do pintor! #prontofaleyyy
Mas eu amo esse nome! Para o segundinho... Sei não!
Acho q é mais difícil!
Pergunta besta: já começaram os bolões do sexo do bb?
Bjo

Mãe de Duas disse...

É uma responsa e tanto escolher um nome tão bacana quanto Emília. (adoro!)
Acho uma das partes mais deliciosas e difíceis a escolha do nome. Só sei que tem que ser um nome que a gente goste muito, porque vai chamá-lo muitas vezes por dia. Canso de chamar: Liiiiiiaaaaaaaa.
Boa sorte com a escolha.
Bj
Priscilla

Gabi disse...

Oi, Lia. Adoro seu estilo de escrever e compartilho de muitas opiniões suas. Tenho um filho de 5 anos, o Erico. Não é um nome lindo? Erico de Erico Veríssimo, fácil de escrever e quase não encontramos Ericos por ai. Nem precisa de referência, ele é o Erico e pronto. Agora estou grávida de 30 semanas de outro menino e não tenho idéia de qual nome escolher. Meu marido também não gosta dos nomes que eu gosto e tem uns nomes bizarros ou muito comuns, como Dante, Fidel...ou apenas ´José ou Victor. Pra meninas tenho muitos na lista, mas vai ficar pra outra encarnação rs. Na primeira gravidez, decidimos o nome com ele quase fora da barriga!!

Tchella disse...

o do lucas escolhemos qdo eramos namorados, olhamos um p cara do outro e perguntei, se tivermos um filho qual será o nome? e ele me disse: acho q lucas, e era justamente o nome que eu pensava.

se vier uma menina no proximo também já temos 2 opçoes, primeira a que a gente mais gosta, mas tem uma segunda CASO alguem utilize o nome antes de nós néam... hehehehehe

e se vier outro menino tbem já temos o nome escolhido! :D

vai entender, né?

Marcelo Vieira disse...

Acabei de postar sobre nomes tbm.. A restrição que fizemos aqui em casa é que vetaríamos nomes com duplo sentido e que sonoridade ruim. Em relação aos nomes da moda, não teve como fugir muito e Arthur e Benício estão no páreo, no de caso meninão.
Eu não conseguiria ficar até o parto sem saber o sexo não, tá faltando + ou - 10 dias pra gente descobrir (se o baby deixar) e eu e a esposa estamos que não aguentamos de tanta curiosidade.

Abraços
http://mmppv.blogspot.com/2011/04/um-nome-pra-chamar-de-seu.html

Ana disse...

Linda a frase!
Aqui tb foi muito dificil descobrir o nome.
Pelo mesmo motivo.
O pai não gostava de nenhum.
Do nada, no meio da estrada viajando me ligou dizendo: "Vai ser Lucas mesmo!Achei lindo!"
Detalhe que já tinha falado esse nome 3 vezes e ele só dizia não.
Nesse dia em diante achou lindo. Vai saber porque.
Kkk
Beijos!

Val disse...

Eita Lia... Acho massa os critérios que vc listou. Lembro - e cito - constantemente aquele seu texto sobre os nomes. Eu, por exemplo, quando falo meu nome é sempre assim: "Valquíria, com V, de pobre mesmo". Não tem W, K nem Y". No caso do meu Arthur, vai ser sempre "Arthur, com H". Quando eu tiver um segundo filho, vou copiar os seus critérios. E, coincidentemente, sem copiar vc, já tinha decidido que tb não ia querer saber o sexo do filhote. E meu marido tb concordou. E assim, se Deus nos der a graça de termos outro filho, faremos.
Um bjo, e boa sorte com o nome do seu bebê.
Pq vc não pede ajuda aos seus leitores, para, com base nos seus critérios, aumentar a sua lista???

Paloma, a mãe disse...

Lia, vai por mim, se concentra em nomes femininos que obedeçam aos critérios acima e que combinem com Emília (acho que é outro critério, hehe).
Meus critérios eram bem parecidos com os seus, mas gerar confusão na grafia é com Clarice mesmo. Até gente da família já escreveu com dois esses.
E fugir de nome da moda dá um trabalho... afe! Porque até isso está virando moda, néam? Mas eu acho que um pouquinho a gente conseguiu com as nossas meninas.
Beijos

Neda disse...

Hehehehehehe
Eu também não quero saber o sexo, mas o João quer e ai? Ficamos que vamos saber o sexo já que ele já disse que não consegue saber e não contar pra ninguém. Então, no quesito nome, prevaleceu a minha vontade. Só depois que nascer, não quero escolher antes, não falo com ninguém dos nomes que gosto, nada. Foi a maneira mais "prática" de consciliar a vontade dos dois.
Achei o metodo da prima da Mari a melhor opção. Foi mais ou menos assim que fizemos com o Guilherme.
Bjs e boa sorte

Li disse...

Que ansiedade!!!
Eu n~ao aguento ficar sem saber o sexo....
Bom, para começar aqui onde eu moro não se encontra NADA que seja unissex para bebês...
Ou é rosa, ou é azul ou é branco com borboleta, branco com carrinho, amarelo com lacinhos, amarelo com pião...
Sugiro alguns nomes que acho lindos:
Henrique, Heitor, Otávio...
Isadora, Laura, Clara...

Beijos!

Lívia.

Sarah disse...

Eu lembro do drama, Lia! E lembro que uma das opções de vcs era Sebastião. Esse ainda sobrevive na lista?
Eu também acho nome de menino bem mais difícil. Para fecharmos em Bento também foi uma luta, o meu marido não gostava de nada!! Lembro que chorava até porque meu filho não tinha nome, hahahha...
Mas calma, que o nominho virá sim! Vão pensando, discutindo as possibilidades... quem sabe Emilinha não dá uma ajuda? :P
bjos!

Cíntia Anira disse...

Já já vem... Tenho certeza que será um nome bonito! ;)

Barbara disse...

Eu voto na ideia da lista e de esperar o bebe nascer e olhar para a cara dele. Sei la, eu tenho a impressao que o Jonas eh Jonas porque esse eh o nome dele, e nao de qualquer bebe que eu tivesse naquela circunstancia - se eh que isso faz algum sentido. Se ele nao fosse o Jonas, e tivesse uma cara diferente, podia ter ficado com outro nome (ou seja, o nome Jonas pertence a esse molequinho aqui).
Fez sentido ou foi muito papo de maluco?
Para evitar algum absurdo, eh so ter uma lista e se ater a ela - assim nao corre o risco de vcs entrarem numas de escolher uma maluquice.
Ah sim,e avise o Rafael que voce ja esta alterada hormonalmente! Eu sempre vejo em uns foruns que eu participo umas maes dizendo que passaram a gostar de nomes insanos durante a gravidez, por culpa dos hormonios :)
Aqui na Inglaterra eh muito comum o bebe ficar sem nome por alguns dias depois de nascer, ninguem estranha. Na maternidade eles estao super acostumados, o Jonas ganhou uma pulseirinha Baby .

Barbara - www.baxt.net/blog

cadeteresa disse...

Eu acho que, já que a Emília ainda não fala o suficiente pra propor um nome, vocês deveriam falar os favoritos de cada um pra ela e o que ela gostar mais, tá aprovado!
eu escolhi o nome da minha irmã mais nova (Marina), que era um baita nome da moda... rs. Mas sempre tive muito orgulho de ter participado da decisão. Sinto isso até hoje!!!
beijos

Liliane Arend disse...

que blog delicioso de ler! parabéns.
O máximo o 1o comentário ser uma defesa kkk
nossa, nome é algo tão difícil de decidir ... vai acompanhar nossos pequenos pelo resto de suas vidas.
no nosso caso o nome do JP foi 'decidido' antes mesmo de saber se o namoro daria certo. Numa conversa despretenciosa durante um jantar ou algo do tipo.
ai, eu acho que prefiro decidir antes do neném nascer, lembro de depois de saber o sexo do JP era tão gostoso já chamá-lo pelo nome ...
isso é tão pessoal né!?
bjo
Li
londrescomfilhos.blogspot.com

ALR disse...

Você já viu este ranking?

http://brasil.babycenter.com/pregnancy/nome/2010/

Pode te ajudar!

Mari Mari disse...

Eu conheci 4 irmãs: Letícia, Cecília, Marília, Lívia. E se houvesse uma quinta irmã, seria Emília. Todos eles rimam entre si. (depois eram 3 meninos, Alvaro, joao pedro e augusto eu acho, nao me lembro direito).

Mas eu tenho uma técnica pra escolher nome: escolha um qualquer. Grite ele 225 vezes por uma hora, com tons de "nao mexe aí! nao come com a mão! vem pra cá! não bate na sua irma! cuidado!". Vamos ver que nome passa no teste... hehe

Mari Mari disse...

Alvaro. Forte, masculino, sem outras grafias, nao esta na moda. E o meu teclado hoje nao quer acentuar...

Luíza Diener disse...

já sei. se for menino poe EMÍLIO. ahahahhahahahha!!!!

eu tentei seguir esse seu critério, mas o hilan não deixou.
quer uma dica pra complicar mais o critério de escolha? não ponha um nome que seja repetido lá na igreja. senão vai ser sempre "fulaninho gazzola" ou "fulaninho miranda". aí não dá.

eu queria escolher o nome do benjoca só qdo ele nascesse, mas o hilan não deixou também. bateu o martelo no benjamin e ponto.

eu ainda sou a favor de deixar pra ver lá na hora. ou melhor, espera el@ perder a cara de joelho pra decidir. ehehehhehe.

bj

Roteiro Baby disse...

Vixe!
Aqui em casa o problema foi semelhante.
Nasceu menina e recebeu o nome que já estava escolhido desde que namorávamos... se eu tiver outra menina, a dúvida vai ser qual dos muitos nomes que gostamos vamos colocar.
Mas se eu tivesse tido um menino, acho que ele se chamaria "Menino Garcia" porque meu marido não gosta de NENHUM nome... estamos juntos há 10 anos e ele nunca gostou de um nome sugerido por mim...
Eu já gostei de descobrir o sexo rápido (fiz a sexagem fetal) e já chamar o bebê pelo nome desde os primeiros meses de gravidez... mas ainda bem que tive uma menina para ser assim.
Numa próxima gravidez, com certeza, terei problemas com meu marido.
E apesar do nosso critério para a escolha ser os mesmos que o seu, nada de moda, nomes difíceis de escrever... um futuro menininho por aqui vai ficar sem nome um tempão!
Eu amo Bento, Henrique, Túlio, João e Heitor. Para meninas, amo Helena, Marina e Catarina, além de Bruna, que é o nome da minha filha.

Seja o meu céu disse...

Lia,
Também não quis saber o sexo do segundinho. E como sempre quis ser mãe de menino, tínhamos o nome dele (Miguel) mas nunca conseguimos se ajeitar do nome de menina. Fiz uma lista com quase 50 possíveis nomes!!!! Acredita? Ganhei um livro de nomes (significados) por ordem alfabética e grifei uns 50 tb. Claro que não gostava de nenhum! E o nome de menina que havíamos escolhido na gestação do Samuel, que era Olívia, não se encaixava na segunda gestação. Aos 46 do segundo tempo tínhamos os nomes: Miguel e Ana.
E nessa busca por nomes, li certa vez que o nome do filho é o primeiro e maior presente que os pais dão herdeiro.
boa sorte na escolha. será lindo e sonoro como Emília.
bjs
Patricia
www.comerparacrescer.com

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.