quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Sapeca

Ontem a educadora me disse que Emília estava muito espertinha. Nesse breve intervalo até ela elaborar a sequência, me peguei pensando: “sério? Será que ela fez o quê? Engatinhou, andou, pulou, rodopiou, falou, escreveu, tirou raiz quadrada..?”.

- Emília está muito espertinha. Ela puxa os cabelos dos coleguinhas, grita quando querem pegar o brinquedo dela, pega os brinquedos dos outros... muito espertinha! – emendou a tia com um sorriso de orgulho.

Legal. Não posso negar que fiquei orgulhosa também. Não é que minha filha seja uma delinqüente juvenil, né, meu povo? Senão certamente eu já teria sido chamada pela psicóloga. Aliás, ela puxa o cabelo, o pé, o brinquedo dos outros aparentemente sem a mínima noção de diferença entre objetos e seres humanos, sujeitos a dores físicas.

Por exemplo: adoro arregalar os olhos pra ela, porque é gargalhada na certa. Daí ela começa a fazer aquela carinha de intrigada, vem apontando o dedo e termina numa clara tentativa de arrancar meus globos oculares. Cuti-cuti!

Fiz o retrato de um monstrinho, mas Dona Marquesa continua super dócil e boazinha. Ela apenas manifesta suas vontades. Quando não dá pra ser, ela reclama, coisas da vida.

Mais um por exemplo: agora ela deu pra querer ir pra casa levando os objetos da creche – normalmente brinquedos ou qualquer coisa que lhes faça às vezes, como a colher. A gente pede. Se ela não entrega, tem que abrir a mãozinha à força e pegar. Ela grita alguns segundos e logo se distrai com outra coisa.

Boazinha, sim. Pastel, jamais!

+++

E chegou o dia.

Segunda-feira fui buscá-la na creche, ela estava alegremente em pé, segurando na barra. (Lá tem uma barra dessas igual de bailarina, ao longo da parede espelhada, com um tatame embaixo. Lugar preferido de Emília). Cheguei, dei oi. Em vez de chorar e fazer cara de desespero, o clássico “me tire daqui!, estão me torturando!”, ela deu um sorrisinho pra mim e voltou a brincar com os penduricalhos da barra. Tipo:

- Mamãe, se quiser ficar aqui comigo, ótimo. Mas entre você e a barra... a barra.

+++

Por essas e outras concluímos que Emília está mais que ótima, feliz da vida, extremamente sorridente e bem-humorada. Acabou a fase do chicletinho! (por hora).

Só as noites que continuam a maratona de mamadas, mas ela estando bem eu encaro a insônia. Uma hora passa!

14 comentários:

(Mamãe) ~Pinel disse...

'Espertinha', sei!
heheehe

A cena de bebês tentando pegar os olhos dos outros é clássica né! =P
Muito fofa mesmo, tão bem adaptada à creche! ^^


Esses dias eu estava vendo as fotos recentes da Emília, ela está MUITO MUITO linda e fofa de morrer! Parabéns! hehehe

Estou louca pra Lara chegar nessa fase! =)
Beijo!

Marisa disse...

Lia, você é tão meiga e fala da Emília com tanta inteligência!!! Aff! Queria ter a metade do teu dom materno.

É por amor aos meus filhos que não os tenho...rsrs. Sería uma péssima mãe. Que sorte tem Emília de tê-la como tal.

Beijos
Marisa Rocha
Osasco/SP

Patricia disse...

Ai que fofa a Emília. E mamãe já tá perdendo pra barra...vai vendo...rsrsrs

beijos

Micheli disse...

Hahahaha! Que linda e esperta! É muito bom vê-la tão feliz, alegre e se desenvolvendo bem, não é? Adorei sua descrição das fofurices da Emília.
Beijos!

Rafael Gazzola disse...

Depois desse episódio mamãe x barra, já vislumbro o dia em que papai vai perder prum sirigaito qualquer...

Kah disse...

A Juh é toda-toda, tudo puxa, tudo quer tocar, acho fofo. Mas agora ela resolveu que o mamilo é uma coisa bacana de puxar! Mordida nunca levei, mas em puxão estou ficando expert! Ela mama toda feliz e em questão de milésimos, zaz!, atraca os dedinhos no meu mamilo. hahaha

Eu ficaria com ciuminho besta da barra, confessei! hahahaha

A Juh por aqui também está nessa de acordar de madrugada para mamar. Dá um cansaaaaaaaaaaaço. hahaha
Beijão!

Dani disse...

Além de espertinha e sapeca, ela tá é uma delícia de criança! Aproveita Liaaaaaaaa!
Bj, queridas!
Dani

Neda disse...

Essa é uma fase muito boa, depois que começam a andar é bem mais cansativo para os adultos de plantão.
Parabéns!!!
bjs

Paloma, a mãe disse...

Ahahaha, adorei a da barra! Naquela festa que teve na escola, uns amigos que colocaram a filha lá recentemente, contaram que, nos primeiros dias, se digladiavam para ver quem ia buscar a filha, pois adoravam a cara de alegria que ela fazia quando eles chegavam. Daí um dia os dois estavam com tempo e resolveram ir buscar juntos e a menina fez a mesma coisa que a Emília: nem tchum para eles.
É o melhor termômetro de que a escola tá boa!
Beijos

Cris disse...

Oi Lia! Nos conhecemos no encontro do ishtar...
Nossa! Vc bem que falou que ela se amarrava na barra...
Ela está uma fofa de espetinha heim!

Beijos

Fabiana disse...

Mas tá saindo melhor que a encomenda hein?
Muito espertinha!
Ainda bem que este manha por ser contrariada dura pouco né? O Gu também grita e faz cara de choro quando eu falo que não pode fazer alguma coisa. Mas passa logo também. O problema é que é quase o dia inteiro falando não, então é quase o dia inteiro fazendo manha...rsrs
Bjos

Kah disse...

E quanta vergonha se passa com o "por que esse peito está de fora?".

A Juh sempre teve mania de mamar mexendo no outro peito, mesmo quando petitica (culpa minha que logo que ela nasceu apelei para o topless por causa dos peitos esfolados).
Uma vez eu estava no supermercado e ela resolveu mamar, posicionei o canguru e continuei as compras, quando percebi um arzinho mais fresco no outro peito que me dei conta que ela levantou o sutiã para brincar. hahahah
Como agora ela tem uma destreza incrível para levantar blusa e sutiã (e aqui é quente pacas, logo se usa roupa fina), se me distraiu, pimba!, estou com o peito de fora! hahahaha
Beijos

Thaís Rosa disse...

flor, sem querer te desanimar: ainda vão haver muuuuuitas fases chicletinho.... e um dia vamos sentir tanta saudade delas, né não??
e bora aguentar a insônia que é por uma ótima causa. e logo mais passa, tenha fé!
beijim

Carol Garcia disse...

lia,
essas crianças espertinhas são tu-do...
já cheguei na escolinha do isaac e ouvi que o espertinho estava jogando as bolas de brincar no ventilador.
com dois anos?!?!?!
nada de delinquente juvenil, apenas um menino saudável.
ai.

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.