quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Emília andarilha

Ela está praticamente andando. Fica muito tempo em pé sem apoio, firme, e ensaia uns passinhos sozinha.

Nesse recesso de Natal foi a primeira investida. Ela estava apoiada na mesinha de centro quando resolveu andar por conta própria até o pai, seus dois primeiros passos de independência. Pequenos passos para Emília, grandes passos para a humanidade!

Agora é só uma questão de aprimorar a técnica. Atualmente estamos com cinco passos de autonomia e calculo que em uma semana ela vai conseguir atravessar um cômodo.

+++

Esta semana Emília está ficando com minha mãe porque estamos trabalhando e a creche está de férias. Ontem eu chego pra vê-la na hora do almoço e encontro minha filha calçada com um daqueles sapatos-meia (tipo uma meia com sola) com estampa de camuflagem. Comecei a rir, Emília estava um charme de Rambo.

Minha mãe explicou que ela precisava daquilo pra andar (detalhe que eu tinha mandado meias com antiderrapante, mas aparentemente minha mãe achou que eram meias normais) e que na loja, do tamanho dela, só tinha sapato-meia de menino. “Mas só pra andar em casa, né? Porque na rua todo mundo vai achar que é menino, já que ela não tem a orelha furada...” Ok, mãe. Se quiser levar ela de Rambo pra rua também tá tudo certo.

+++

Falando em locomoção, agora Emília também deu pra se louco-mover. Ela continua engatinhando, só que num estilo cada vez mais kamikaze. A nova onda é transpor obstáculos (normalmente o corpo da minha pessoa ou da pessoa do pai dela, mas também vale braço de sofá), mergulhando de ponta cabeça até o seu destino final. Ela, que há poucas semanas hesitava pra descer o batente da varanda...

Outra moda de louco-moção é subir e descer escadarias (vejam bem, eu não disse escadas; disse escadarias, dessas com vários lances). Óbvio que ela não faz isso sozinha, até porque alguns degraus são mais altos que as pernas dela. Mas faz questão de nos carregar pelas mãos escada abaixo, escada acima, repetidas vezes. Haja coluna.

Por hoje é só, pessoal. Deixa eu ir ali estralar minhas hérnias, ops, vértebras.

+++




Emília na casa dos avós paternos no último dia 25. Foto do tio Henrique Gazzola.

17 comentários:

Patricia disse...

Ai que delícia! Linda demais!
E a gente fica aqui, só babando!

beijos

Carol Garcia disse...

hahahaha
que graça!
está uma moça!
e te prepara, lia! eles aprender a correr da noite pro dia.
que linda...
bjocas

Fabiana disse...

Hoje por curiosidade fui ler o seu blog que fala da sua reforma no apartamento.
Achei muito legal conhecer um pouco mais da sua história. Seu ap parece ter ficado muito legal e o melhor, aconchegante.

Que vocês sejam felizes na nova casa e que Emília cresça com saúde, desbravando cada cantinho dela.

Bjos.

Ana Paula disse...

Oi Lia!!!
Emilia ta demais hein!!!?? Quase andando!!! Ei, e cadê as fotos com a meia do Rambo!!!
E é assim mesmo, ela vai andar agarrada nos moveis, se apoiado nas paredes, arriscar os passinhos indo de um movel a outro e, de uma hora para outra, andara por tudo!! E, para nos, pais, é um momento marcante ,pois o bebezinho vai ficando, cada vez mais, no passado. Ai ai (suspiros de saudade!!). Beijos e desejo pra vcs boas energias de virada de ano e um otimo 2011!!!
Ana e Béatrice

Irina disse...

Ah, mas tá tão linda! hahaha

E como cresceu o cabelinho dela, né?

^^

Dayane Cavalcante disse...

Essa fase de bebê quase andante, meio robô, quase caindo é mesmo deliciosa e divertida!

Carol disse...

Oi, gostei muito dos seus posts e virei seguidora. Um abraço!

Mariana - viciados em colo disse...

Lia,

Nossos bebês têm fases parecidas, Arthur esta rodando a sala toda apoiado nos móveis e hoje arriscou empurrar um banquinho de plástico! Aliás o seu foi um dos primeiros blogs que encontrei com um bebê quase da mesma idade de Arthur, muitos dos seus post eu poderia colar lá no blog sem prejuízo algum à minha realidade! Mas sempre achei Emília mais rapidinha (coisa de mulher!)...

Vim agradecer a sua reflexão no meu post de hoje, foi muito importante para mim. No entanto quero ressaltar que a minha irritação é com o prazer que muita gente tem em estragar a fantasia do outro.

Para mim, que já acreditei em deus, que já fui praticante, deus é sim uma fantasia, mas nunca direi a Alice e nem a ninguém isso (fora daqui, claro!). Não quero convencer ninguém que deus não existe, não quero que ninguém perca a fé em deus! não milito nesta questão... nem tenho argumentos...

confesso que esta entidade responsável pelos destinos e que traz sentido à vida e à existência, muitas vezes, faz falta. deixar de acreditar não foi uma escolha, simplemente aconteceu, quando me vi não imputava a ele coisas boas e ruins que aconteciam comigo e com os outros.

esta questão não é fechada para mim, pois continuei valorizando o trabalho e a memória dos santos (entre outros seres humanos que fizeram algo de positivo pela evolução da humanidade: políticos, ativistas, artistas, etc.)...

ah, sim, acredito em fadas! bem lá no fundo do coração... quando vejo um arco-iris, uma árvore toda coloridade de rosa, amarelo ou roxo, uma joaninha, penso que aquilo só pode ser obra de fadas! a diferença entre as fadas e deus? elas tem um limite, ele poderia fazer qualquer coisa! rsrsrsrs

beijoca e um excelente 2011!

(pode ser que este comentário vire um post)

Paloma, a mãe disse...

Adorei! Enília é a louco-motiva do Brasil!
Feliz 11 para vcs!!
Beijos

Tathyana disse...

Eita que daqui a pouco vc vai estar é correndo. Run Emília, run!!!

Bjssssssss.

Sarah disse...

Ai que liiinda!! Fofa demais a pequena marquesa andarilha. E concordo com a Carol, daí para aprender a correr é rapidinho!
Ótima virada pra vcs, e um ano maravilhoso!
beijos!

Kelly Resende disse...

Emilia esta andando, que legal! Clara tb já anda, circula pela casa toda andando, toda hora bate a bunda no chão, mas levanta e segue numa boa. Precisamos marcar outro piquenique com as meninas andantes.
Beijos

Kelly Resende disse...

Ah, feliz 2011 pra vcs todos!!!

Luíza Diener disse...

ai que emoção!!!
se essa semana eu já fiquei toda babona do benjamin desvirar de bruços, mal consigo imaginar a emoção dos primeiros passos. aposto q vc tá toda coruja.

e esse ato tia luzia foi muito coisa de vó mesmo. minha mãe faria o mesmo. ahahahaha!

beijos! a emília tá cada vez mais linda! coisa de louco!

piscardeolhos disse...

mas é eu dar uma voltinha em outro continente que a rapariga desanda a andar, é?
linda linda.
e sua mãe tá certa, dona lia - hora de dizer adeus as meias (ainda que anti-derrapantes).
e eu, se tivesse uma filhA usaria camuflado di-re-to (acho totalmente angelina jolie :)
beijo e happy new year, gata!

Dani disse...

kkkkkkkkkkkk

Louco-mover foi ÓTIMA!

Ela está com quanto tempo? O meu Léo fez 1 ano, fica de pé, anda segurando, mas nada de se aventurar sozinho...

Feliz 2011!!!

Dani

(Mamãe) ~Pinel disse...

Que foto mais gostooosaaa!!!
A Emília toda feliz por estar andando!!!
Ninguém mais a segura! hehehe =D

Linda de mais!
Beijo!

Seguidores

 
Blog Design by Template-Mama.